O técnico Cauan de Almeida expressou um misto de emoções pelo empate em 1 a 1 com o Atlético-MG, com o América-MG sofrendo o gol no último lance. Segundo ele, a atuação o deixou com orgulho dos jogadores, mas com indignação pelo resultado. Para o treinador, faltou concentração ao time.

– Orgulho pelo jogo que eles fizeram. Tivemos primeiro tempo dominante, com mais posse e finalização. Era a proposta do jogo, tendo consistência nos últimos jogos num jogo como esse. Perdemos controle no segundo tempo. Atlético teve mais de finalização, de transição, mas muito mais por erros técnicos nossos e de posicionamento. Uma pena o gol no final.

Cauan explicou que houve falta de concentração no lance de empate do Atlético. Para ele, algumas situações anteriores influenciaram:

– Nesse lance específico é muito do jogo. Talvez eles tenham que entender o momento. Talvez a confusão da falta, do cartão, tenha caído a concentração. Isso vamos corrigir para não acontecer daqui para frente – garantiu.

O empate deixou o América-MG com 15 pontos, mas classificado como melhor time do Grupo C por causa da derrota do Athletic para o Uberlândia, no Parque do Sabiá. Na última rodada, o Coelho enfrenta o Tombense, neste momento a melhor equipe do Grupo A. O jogo está marcado para sábado, às 16h30, em Tombos.

– Estamos ainda na disputa do primeiro lugar geral, mas isso não vai determinar o campeão. Isso ajuda. Estamos classificados hoje. Vamos ver o jogo do Cruzeiro amanhã. Vamos disputar a última partida contra o Tombense para buscar a melhor classificação possível.

GE


Avatar