Investimentos na IMEX em Frankfurt

De 23 a 25 de maio acontece a IMEX Frankfurt 2023, uma das principais feiras mundiais de eventos, viagens e negócios e que, neste ano, reúne mais de 3 mil expositores com a representatividade de cerca de 100 países. Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), terá a oportunidade de ampliar as articulações internacionais para fortalecer o protagonismo do estado em países de diversos continentes.

Para representar o Governo de Minas e a Secult em Frankfurt, a secretária adjunta Milena Pedrosa está na IMEX com 24 reuniões agendadas, com representantes de empresas de diversos países: rede hoteleira, empresas de gastronomia, instituições de viagens e turismo, companhias aéreas e de outros setores ligados à Cultura, ao Turismo. A atração de investimentos para Minas Gerais é prioridade nas agendas da secretária durante toda a feira.

Dentre os representantes de países confirmados para as reuniões estão Alemanha, Portugal, Itália, Espanha, França, Inglaterra, Estados Unidos e Colômbia, os quais são apontados pela Pesquisa de Demanda Turística do Observatório do Turismo de Minas Gerais como os mais estratégicos para o desenvolvimento do turismo e da cultura no estado. Com todos eles, a ideia é discutir as possibilidades não só de atrair turistas e investimentos para Minas Gerais, mas também levar as potencialidades turísticas e culturais de Minas e toda sua mineiridade para território estrangeiro, como aconteceu com a apresentação da Caretagem de Paracatu nas comemorações do Bicentenário da Independência em Lisboa, Portugal, em 2022.

Secretária adjunta de Cultura e Turismo, Milena Pedrosa mantendo contatos na IMEX

Participar da IMEX Frankfurt significa fortalecer o intercâmbio de projetos e ideias entre Minas Gerais e o mundo, em especial com os países que a nossa Pesquisa de Demanda já mostrou que são os maiores emissores de turistas para Minas. Ações internacionais sempre são oportunidade de aprimorar a promoção do nosso estado como um destino turístico potente, capaz de atrair visitantes do mundo inteiro pela sua diversidade de atrativos: turismo histórico e cultural – já que concentra mais de 60% do patrimônio histórico nacional, turismo rural, turismo de natureza e o turismo de experiência, que vem se destacando como um dos mais enriquecedores para os viajantes. Mais turistas para Minas e mais Minas para o mundo significam mais desenvolvimento socioeconômico, mais geração de emprego e renda e melhora na qualidade de vida dos mineiros e de quem visitar os encantos de Minas”, ressalta Milena Pedrosa.

Resultados-A participação da Secult na edição de 2023 da IMEX Frankfurt reforça o programa “Minas para o Mundo”, que prevê articulações e parcerias internacionais para elevar os potenciais turísticos e culturais de Minas Gerais a nível mundial. Entre os resultados mais recentes deste tipo de ação está a oficialização da instalação de um hotel da rede portuguesa Vila Galé em Ouro Preto, que aconteceu em 18 de maio de 2023 e é fruto de um diálogo iniciado em novembro de 2021, quando a Secult realizou a primeira missão internacional do programa Minas para o Mundo.

Unesco incorpora dois geoparques brasileiros em sua Rede Global

Os geoparques “Quarta Colônia” e “Caçapava do Sul”, localizados no Rio Grande do Sul, passaram a integrar a Rede Global de Geoparques da Unesco. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (24.05), durante a 216ª sessão do conselho executivo da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A partir de agora, os dois atrativos contarão com o apoio da agência internacional nas questões de sustentabilidade, preservação e proteção ambiental, além da promoção do envolvimento dos moradores da região e ampliação da capacidade turística do local.

Além dos dois territórios brasileiros, a Unesco também reconheceu outros 16 geoparques situados na Grécia, Indonésia, Irã, Japão, Malásia, Nova Zelândia, Noruega, Filipinas, Coreia do Sul, Espanha, Tailândia e Reino Unido. Agora, o Brasil conta com cinco territórios entre os 195 geoparques espalhados em 46 países do mundo e que integram oficialmente o Programa Internacional de Geociências e Geoparques da organização.

Situados na região central do Rio Grande do Sul, os geoparques da Quarta Colônia e de Caçapava do Sul trazem um pouco da história e das espécies naturais do país. O primeiro é formado por nove municípios e se destaca pelas belas paisagens, rios, cascatas e fósseis que testemunham as mudanças ambientais do planeta nos últimos 250 milhões de anos. Já o segundo, apresenta sucessões de rochas sedimentares marinhas e continentais de mais de 500 milhões de anos em áreas de grande beleza cênica e alta relevância ecológica, como as Pedras das Guaritas e a Serra do Segredo.

A certificação é muito importante para os municípios que compõem os geoparques por vários motivos, entre eles, a conservação do patrimônio que passa a ser um patrimônio mundial da humanidade. Nos traz também uma grande visibilidade e uma expectativa na ampliação do número de visitantes, nos obrigando a ofertar serviços turísticos de maior qualidade. E isso refletirá diretamente na melhora da qualidade de vida dos moradores ao redor dos geoparques”, disse a diretora do Geoparque da Quarta Colônia, Jaciele Sell.

MANUAL DO MTUR – Para fomentar os projetos de geoparques no Brasil, o Ministério do Turismo disponibiliza o “Manual de Desenvolvimento de Produtos Turísticos de Geoparques no Brasil”. A medida apoia o direcionamento de políticas públicas das três esferas de governo e a orientação de ações de investimento, marketing e de promoção para este nicho de mercado, entre outras ações. Com isso, espera-se proporcionar a inclusão de mais localidades brasileiras na Rede Global de Geoparques da UNESCO, que promove o desenvolvimento sustentável e a economia criativa das áreas reconhecidas.

GEOPARQUES – Os geoparques não estão apenas relacionados à existência de rochas e fósseis, como também ao comprometimento local de participação e envolvimento da comunidade. Por isso, para estar elegível a geoparque, é necessário que uma região tenha atributos geológicos e paleontológicos de relevância internacional, aliados a ações de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. A implantação também deve contemplar o turismo, desenvolver a economia local e modificar, assim, a realidade socioeconômica dos habitantes da região.

Entre os objetivos dos geoparques, segundo a Unesco, estão a preservação das regiões que contam a evolução dos continentes e o desenvolvimento social e econômico desses locais por meio do geoturismo.

C&VB São Joao del Rei

O Convention & Visitors Bureau de São João del Rei foi criado no dia 22 de maio em uma reunião na sede da Associação Comercial e Industrial de São João del Rei.

O Presidente do Instituto Brasil de Convention & Visitors Bureau (Brasil CVB), Márcio Santiago e o Presidente da Federação de Conventions & Visitors Bureaux de Minas Gerai
s, Roberto Fagundes estiveram na cerimônia da criação do C&VB.

Foram apresentação os objetivos de um Convention & Visitors Bureau; aprovação da criação do São João del Rei, C&VB; Leitura e aprovação do Estatuto do São João del-Rey C&VB; Eleição e posse da diretoria do São João delRei C&VB, e Assinatura do Termo de Filiação.

O São João del Rei Convention & Visitors Bureau terá como presidente o Diretor de Turismo da ACI Del Rei, Luís Paulo Moreira Neves.

Estiveram no evento autoridades municipais, secretários, empresários, executivos do segmento de Turismo e os diretores da ACI del Rei, que acreditaram na necessidade de um ConventionBureau, uma entidade independente, sem atuação político-partidária, com proposta de desenvolver políticas e ações com objetivo de incrementar negócios de turismo em toda a região.

Pousada Casa de Maria em Prado na Bahia

Prado possui o maior e mais diversificado conjunto de recifes de corais do Atlântico Sul, além de uma vasta fauna e flora, ilhas vulcânicas, manguezais e canais de maré. As praias também atendem todos os gostos: é possível desfrutar desde as mais agitadas com estruturas de atendimento às semi desertas. A cidade baiana é conhecida pelas praias paradisíacas e paisagens deslumbrantes.

E para quem deseja celebrar o amor de uma forma ainda melhor, O Dia dos Namorados está chegando e, para os casais apaixonados, é uma oportunidade de celebrar o amor de uma forma especial., a Pousada Casa de Maria é o lugar perfeito. Ela aceita hóspedes a partir de 17 anos e se destaca pela estadia aconchegante e intimista, além de possuir arquitetura rústica, charme e essência simples. O café da manhã é incluído na diária e servido com uma grande variedade de alimentos típicos da culinária baiana, mineira e internacional.

Área da piscina na Casa de Maria

Localizada em uma área privilegiada, a pousada conta com quartos confortáveis e aconchegantes, além de uma infraestrutura completa para garantir momentos inesquecíveis aos casais que desejam celebrar o Dia dos Namorados com romantismo e privacidade. Os quartos podem ser escolhidos entre as categorias premium, luxo e standard, de acordo com o aconchego e experiência que o casal pretende vivenciar na pousada. Além disso, a Pousada Casa de Maria oferece um kit especial para a data, que pode ser programado no ato da reserva e, normalmente, inclui decoração temática e jantar romântico. “Ficamos extremamente felizes em fazer parte de momentos especiais de nossos hóspedes, os kits fazem parte desta experiência acolhedora e romântica que promovemos na pousada. Neste kit fazemos a decoração no quarto, colocamos frutas ou tábua de frios de acordo com o que cliente quer, também espumante, vinho ou suco”, afirma Maria Venturelli, proprietária da Casa de Maria.

A pousada dispõe ainda de sauna, espaço para massagem e piscina com bar para diversão dos apaixonados. As acomodações são equipadas com ar-condicionado, TV de Led com canais a cabo, cofre digital, frigobar livre, secador de cabelo, espelho de aumento e ventilador de teto. Acesse: www.pousadacasademariaprado.com.br.

6ª edição do Connection

A 6ª edição do Connection Experience realizado de 17 a 21 de maio, este ano teve o tema “Terroirs do Brasil”. O evento superou todas as edições anteriores em termos de espaço e número de inscritos, mais de 1300 participantes realizaram imersões em conteúdo e experiências que destacaram produtos únicos e de origem.

Alameda Terroirs

Ao longo dos cinco dias de evento que ganhou o coração de Gramado, (Palácio dos Festivais, Rua Coberta e Sociedade Recreio Gramadense), o Connection mostrou a força e a capacidade do país, de norte a sul, na geração de produtos e destinos com identidades únicas. “Foi uma edição que impactou vidas, conectou o pequeno produtor rural com público final e com empreendedor comprador. Além disso, a área de conteúdo teve com auditório lotado as duas manhãs porque o assunto era realmente instigante e atrativo devido às histórias de cada palestrante”, avalia o CEO do evento, Eduardo Zorzanello.

A movimentação do final de semana na Alameda Terroir/Rua Coberta surpreendeu também aos expositores, que por meio de suas produções, mostraram ao público a biodiversidade dos seis biomas brasileiros: Pampa, Mata Atlântica, Cerrado, Caatinga, Pantanal e Amazônia. “Foi demais estar aqui em Gramado participando deste evento. Foi muito gratificante mostrar ao público os benefícios do café de açaí e seus benefícios para a saúde”, comenta Valda Gonçalves, do Inova Amazônia.

O Connection Experience proporcionou a todos os participantes conexões que estimularam a geração de negócios, o aprendizado, a integração entre territórios, IGs e destinos. “Nós sabemos da imensidão do nosso país, mas não damos conta de interagir com todas as culturas e saberes e, de certa forma, o Connection trouxe o Brasil para Gramado e oportunizou participantes, visitantes e comunidade a conversarem e entenderem cada produto e sua produção, ampliando a valorização desses trabalhos”, enfatiza Marta Rossi, CEO do evento.

Correalizador do evento, o Sebrae RS entende que o turismo qualifica ainda mais os produtos de origem. “A pequena empresa é totalmente orientada a essa pauta, os destinos, a capacitação e qualificação são pautas que nós não podemos abrir mão de trabalhar junto com o poder público e com empreendedores. E esse evento traz o acolher de novos produtos e novas ideias”, destacou Ayrton Pinto Ramos, diretor técnico do Sebrae RS, durante solenidade de abertura do evento.

Rodada de negócios

Segundo a coordenadora de Turismo da entidade, Amanda Paim, a entidade sempre busca uma maior aproximação com o pequeno produtor/empresário para fomentar a cadeia produtiva. “Nós auxiliamos os pequenos produtores sobre quais formas podem ser trabalhadas, de como enxergar o produto e seus potenciais econômicos para que ele seja mais valorizado e que o mercado se torne mais competitivo”, frisa apontando o essencial aos consumidores: “Orgulhe-se da sua região, fomente a economia e auxilie produtos locais”, completa.

Atividades paralelas-Pela primeira vez na história, uma rodada de negócios foi proposta para produtores com selo IG e compradores. Na Sociedade Recreio Gramadense as 27 IGs presentes no evento realizaram pitches de 2 minutos para apresentação de seus produtos e manejos de produção, na sequência, muito networking e troca de ideias. A ação serviu de modelo para ampliar a divulgação de produtos únicos.

Na Arena Origem Brasil o Senac realizou 12 oficinas gastronômicas utilizando insumos com terroir. “Foi uma grande satisfação participar, principalmente para os chefs trabalharem com produtos diferentes. Foi um desafio para a criação de receitas novas a partir dos produtos com terroir”, destaca Daniela Barbosa, diretora do Senac Gramado, frisando que a receptividade do público foi ótima. “Pessoas ficaram muito interessadas em ter a receita”. Os pratos eram apenas finalizados na Arena e o chef explicava o processo e o produto utilizado.

O Rio Grande do Sul assinou como Estado anfitrião do evento que contou com o patrocínio da Prefeitura de Gramado, apoio da Sicredi Pioneira, da Achoco e Fecomércio, apoio das entidades Famurs, AbavRS e AbavSC, Laghetto Hotéis a rede hoteleira oficial e a Adyltelecon a internet oficial do evento. Mais informações no site connectionexperience.com.br ou nas redes sociais @connection_experience.

Coluna Minas Turismo Gerais

Jornalista Sérgio Moreira @sergiomoreira63

Informações para a coluna enviar para [email protected]