O Hotel Ibis Contagem Ceasa tem realizado muitas novidades no setor da hotelaria. O hotel é o mais próximo da Ceasa, o maior entreposto de produtos de abastecimento de alimentos de Minas Gerais.

https://www.accorhotels.com/7948

No início desde ano começou a fazer um retrofit geral, que com a pintura de todos os quartos, com cores mais atuais, o que valorizou muito as unidades habitacionais. O Lobby e o restaurante também acabam de ganhar cadeiras novas e um lindo e elegante piso vinílico. Em abril começa a pintura de toda face externa do prédio, com reforma das placas de sinalização. Começando a troca de colchões e todo enxoval praticamente renovado.

https://www.accorhotels.com/7948

Segundo o gerente geral do Hotel Ibis Contagem, Rodrigo Medeiros, “fizemos também um apartamento modelo, que irá nos direcionar na reforma geral dos apartamentos. Preparamos também noites românticas e de núpcias, com pacotes de acordo com o gosto do cliente. Em breve teremos camas especiais para os pets, que são aceitos com todo carinho por nós.No restaurante, nossas novidades são nossa variada carta de vinhos, que dificilmente se encontra em hotéis econômicos e a variedade de cervejas especiais. A parte da gastronomia, também tem novidades, com os nossos dois novos sanduiches, cartas de vinhos e um cardápio variado”.

https://www.accorhotels.com/7948

O Hotel Ibis Contagem Ceasa fica a cerca de 3 Km da Ceasa. Reservas e informações https://all.accor.com/hotel/7948/index.pt-br.shtml.

Responsabilidade socioambiental e o turismo

Foi realizada nos dias 21 e 22 de março, a primeira edição do evento Líderes Sustentáveis, na Sociedade Recreio Gramadense. Idealizado pela empreendedora social Ellis Chaves, a ação reuniu cases e palestrantes com know-how em ESG e Sustentabilidade. O CEO do Festuris, Eduardo Zorzanello participou do painel “A Responsabilidade Socioambiental e o Turismo”.

Além dele, os painelistas Marcos Mendes da Rocha, Roberto Teitelroit e a mediadora Rossana Parizotto destacaram seus conhecimentos sobre o assunto. “É uma iniciativa muito bacana essa da Ellis, além de falar sobre ações sustentáveis, elas precisam ser colocadas em prática. É o que buscamos disseminar também no Festuris e precisamos aprender sempre mais”, comenta o empresário.

Entre as ações de desenvolvimento sustentável do Festuris em 2022 foi o apoio do Greenpeace no espaço Green & Experience. No Lounge de Sustentabilidade foram distribuídas mudas de plantas e hortênsias aos participantes. “Há alguns anos trabalhamos com várias ações que impactam positivamente no cenário ESG. Buscamos sempre uma alternativa, já que tudo muda o tempo todo”, comenta Eduardo, exemplificando as ações: Árvore da Integração, lixeiras com separação de lixo; parte da equipe que trabalha é local.

A inclusão também está dentro dos pilares de sustentabilidade do Festuris, sendo assim, alguns usuários da Apae da cidade atuam no evento no setor de recepção aos participantes. A Apae, inclusive, teve um estande na feira em 2022 para comercializar trabalhos de artesanato confeccionados pelos usuários.

Ike Koetz, secretário de Indústria e Inovação de Gramado, Luia Barbacovi, vice-prefeito de Gramado, Ellis Chaves, idealizadora do evento e Eduardo Zorzanello

Aeroporto de Belo Horizonte é o segundo hub de voos

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte que está completando39 anos de fundação, é um dos principais do país. A Azul no Aeroporto de Congonhas (CGH), em São Paulo, vaiofertar mais voospartindo da capital paulista para o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins. Para este ano são esperados cerca de 10 milhões de passageiros no embarque e desembarque, segundo a BH Airport que administra o aeroporto.

O hub de Confins, que é o segundo maior centro de operações da companhia no país, atualmente conta com uma média de 89 voos diários operados pela Azul e soma mais de 2.780 decolagens por mês. A companhia liga os mineiros a 43 cidades nacionais e internacionais partindo do aeroporto de Belo Horizonte.

A Azul tem cerca de 14 mil tripulantes em todo o país

A expansão ofertará mais de 12 mil novos assentos por semana partindo de Congonhas para a cidade mineira.O incremento é resultado do aumento de slots e crescimento da atuação da companhia no aeroporto de Congonhas, que passa de 26 para 84 movimentos de pousos e decolagens. A partir desta ampliação, 91 destinos serão atendidos, por voos diretos ou em uma conexão, trazendo maior conectividade para a malha da Azul por todo Brasil.Com isso, Clientes da Azul poderão voar do terminal paulista e, com apenas uma conexão, chegarao interior mineiro, como Teófilo Otoni e Governador Valadares, destinos servidos apenas pela Azul. As novas operações começam a partir de 26 de março de 2023.

A ampliação de assentosde Congonhas paraConfins é uma aposta da companhia para a cidade, visando atender a demanda corporativa vindo de São Paulo e desenvolver ainda mais a região, aumentando a conectividade dentro e fora do estado.

“Ampliar a presença da Azul em Congonhas era um desejo antigo da companhia. Nós já operamos um terço dos voos no país e temos mais de 300 rotas servindo todo o Brasil. O aumento da nossa malha em Congonhas vai, também, ampliar a presença da Azul no país inteiro e conectar cada canto do Brasil com CGH”, afirma John Rodgerson, CEO da Azul. O executivo também reforça que a medida, que abre espaço para a Azul e outras companhias atuarem no terminal, traz benefícios para o setor e os Clientes. “Essa é uma forma de melhorar o aproveitamento do Aeroporto de Congonhas e gerar mais competitividade entre as companhias, beneficiando o Cliente, que ganha mais opções”, conclui.

A capital mineira acaba de receber uma nova rota internacional operada pela Azul. A companhia iniciou vendas de passagens para Curaçao e a partir de 24 de junho, passará a operar um voo semanal que vai conectar a ilha localizada no sul do mar do Caribe à Belo Horizonte. O voo partirá da capital mineira aos sábados, às 13h00, pousando em Curaçao às 18h00. Já no sentido inverso, a decolagem do voo AD8786 está programada para ocorrer aos domingos, saindo da ilha caribenha às 08h30, chegando às 16h00 no Aeroporto de Confins. O novo destino internacional se junta a Orlando, rota já operada pela Azul a partir de Confins.

Fazenda Paciência

Para os cristãos a Semana Santa é uma das datas mais importantes do calendário, pois, comemora-se o renascimento de Jesus, vivenciando seus últimos momentos de vida e a Sua ressurreição. Pensando nisso, a Fazenda Paciência vai oferecer aos seus hóspedes uma gastronomia especial neste feriado.

Vamos preparar o peixe que Jesus Cristo gostava de comer: peixe com mel. Procuramos resgatar a história da gastronomia do século I, relatada na Bíblia”, conta Vinicios Leoncio, proprietário da fazenda.
Além desse prato, o hóspede poderá conhecer uma réplica de uma casa de Nazaré do Sec. I, semelhante à casa que Jesus Cristo viveu e teria celebrado a última ceia.

A Fazenda Paciência além de ser um lugar para descansar, esquecer das horas, neste feriado que tem uma conotação religiosa, o hóspede ainda poderá vivenciar essas boas vivências. A Fazenda da Paciência está localizada em Santana dos Montes e o pacote para o feriado de Semana Santa tem pensão completa.A Fazenda tem ainda tem diversas atividades para o hóspede, como piscinas de água natural mineral e aquecidas, sauna, tirolesa, pista de boliche profissional, pesca, salão de jogos, casa de chá, cachaçaria, arvorismo, touro mecânico, sinuca tradicional e com os pés, além de poder visitar a Pedra do Amor e passear de cavalo.

Vinícios conta que comprou a fazenda em 2001, e desde então vem se dedicando a sua restauração, trazendo todo o contexto histórico e cultural de uma fazenda do ano de 1742. A fazenda foi construída pelo Barão de Queluz e durante muitos anos pertenceu aos descendentes de sua família. A fazenda tem 200 hectares e 3.000 metros de área construída.

Para conseguir abrir ao público, Vinícios realizou várias reformas, reconstruiu muitas áreas, tudo para proporcionar ao visitante uma experiência única de história e cultura. “Meu objetivo é proporcionar um lazer cultural, resgatando toda a história escravagista, indígena, e política não só de Minas Gerais, mas do Brasil”, conta Vinícios. Para isso, ele reconstruiu por exemplo a senzala onde viviam os escravos, com utensílios de tortura usados na época, trouxe da Bahia, uma canoa de madeira da tribo Pataxó, criou um mini-museu com peças muito antigas que remontam a história da época, como uma máquina de lavar da década de 30, feita em madeira. Durante todos esses anos, ele foi pesquisando, adquirindo itens para que pudesse abrir a fazenda com toda essa riqueza histórica.

A fazenda ainda traz algumas peculiaridades ao visitante, uma cachaçaria decorada com 4 mil discos de vinil, uma pedra chamada de Pedra do Amor, que traz uma história interessante. A pessoa que se sentasse na pedra, arrumaria um amor. Essas lendas e histórias estão muito presentes em cada pedacinho da fazenda. Um túnel, que possivelmente escondeu os inconfidentes foi descoberto há pouco tempo e já está em pesquisa por arqueólogos.

Além da parte histórica, o visitante poderá desfrutar de piscinas de água natural, aquecidas, sauna, tirolesa, pista de boliche profissional, pesca, salão de jogos, cachaçaria, arvorismo, touro mecânico etc. enfim, são opções de lazer e descanso não faltam. Além disso, para visita está lá o maior livro do mundo e uma réplica da casa onde supostamente viveu Jesus. A fazenda Paciência é um lugar curioso, cheio de natureza, de história, de encantos, de mistérios, de lendas e é um convite para quem quer se aventurar. A gastronomia será uma história a parte e que com certeza o hóspede vai se encantar. Em homenagem a cultura afro-brasileira, todos os pratos são de origem africana. “Moçambique foi o país que mais exportou escravizados para o Brasil e pensando neste resgate, já que estamos falando de uma fazenda que foi dessa época, pensamos os pratos com todo cuidado, mas que remetesse a essa história”, conta Vinícios.

Os pratos tem nomes de personagens da época. A Princesa Aqualtune, que foi avó do Zumbi dos Palmares, tem um prato com seu nome, que leva quiabo, cebola, alho, gengibre, camarão em pó, castanha de caju, dendê e limão. O Hotel possui 13apartamentos e oferece pensão completa (café da manhã, almoço e jantar).

Os turistas apreciam os veículos antigos na garage da fazenda

Paciência, s/n – Zona Rural – Santana dos Montes, MG, Telefones de contato: (31) 3726-1247 ou (31) 98451-3055 – Whatzapp https://www.instagram.com/hotelfazendapaciencia.

São Sebastião promove Encontro deRetomada do Turismo

O Brasil se solidarizou com a cidade de São Sebastião que foi atingida por um temporal há cerca de 40 dias. A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Turismo (SETUR), em parceria com os governos federal e estadual, promoveu dia 29 de março, o Encontro de Retomada do Turismo no Litoral Paulista, no Beach Hotel, Costa Sul do município. São Sebastião foi atingida por uma tempestade, deixando uma grande tragédia com 67 mortos e uma parte da cidade destruída com o deslizamento das encostas nos bairros, destruindo casas.

O evento teve a participação do ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, do secretário estadual de Turismo e Viagens, Roberto de Lucena, de equipe técnica do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), vinculado ao Ministério do Turismo, e de representantes da Caixa Econômica Federal (CEF), e a participação de todo o trade turístico da região.

No encontro foram discutidos diversos temas relevantes para a retomada do turismo na região litorânea paulista, incluindo o programa Voa, Brasil, lançado pelo Ministério de Portos e Aeroportos, com o objetivo de democratizar o transporte aéreo, tornando as passagens mais acessíveis.

Já os técnicos do Fungetur divulgaramuma linha de crédito exclusiva, conforme portaria emitida pelo Ministério do Turismo, destinada à região, com condições específicas para atender aos empreendedores do litoral paulista.

O Encontro de Retomada do Turismo, realizado em parceria com cidades do litoral, incluindo Caraguatatuba, Ilhabela, Ubatuba, Bertioga e Guarujá, também visa promover a divulgação do protocolo de intenções para a retomada do turismo, com apoio da CVC Corp, além de incentivar a baixa temporada na região, sendo direcionado para o trade turístico.

Coluna Minas Turismo Gerais

Jornalista Sérgio Moreira @sergiomoreira63

Informações para a coluna enviar para [email protected]