A ArcelorMittal e a Sipremo desenvolveram um aplicativo inovador contra pragas e que já conta com um ano de operação bem-sucedida. Após o mapeamento de uma série de variáveis climáticas e operacionais, a produtora de aço e a startup criaram um software de solução preditiva para auxiliar no combate de pragas. É uma iniciativa inédita com uso de inteligência artificial para monitoramento de florestas e previsão e controle no Brasil.

O programa, em operação desde fevereiro de 2022, permite o diagnóstico do nível de infestação e a antecipação de área afetada em hectare com a indicação da praga, data e local. Além do ineditismo na área florestal, o aplicativo é também o primeiro desenvolvido no modelo idealizado pelo Açolab, hub de inovação aberta, criado pela ArcelorMittal em 2018. O laboratório de inovação visa criar e impulsionar novos negócios e produtos para aumentar a competitividade e enriquecer a proposta de valor da cadeia da ArcelorMittal.

No ano passado, a solução começou a ser testada nas áreas plantadas da BioFlorestas, da ArcelorMittal, responsável pela produção de carvão vegetal a partir de florestas renováveis de eucalipto.

Os principais pontos positivos com o emprego da solução foram a diminuição da utilização de pesticidas químicos, a redução da emissão de CO2 na atmosfera. Em 2021, durante a Prova de Conceito, o monitoramento de milhares de hectares das áreas da BioFlorestas, apontou uma diminuição de 90% no uso de pesticidas e sem nenhum risco de contaminação química. Para se ter ideia dos ganhos com a instalação do software, a redução do custo de combate de praga por hectare caiu mais de 40%.

“Com a informação antecipada, foram verificados controles mais efetivos. A ação com o suporte da tecnologia proporcionou a redução do impacto ambiental e dos custos com combates às pragas”, revela Gabriel Savio, CEO da Sipremo.

Outro ponto positivo é que o modelo desenvolvido pela Sipremo conta com uma alta taxa de assertividade para o controle das pragas, de aproximadamente 85%, e que por conta do modelo de tecnologia utilizado, tende a crescer conforme se aumenta o uso e a interação com a solução. Com a adoção do aplicativo, os deslocamentos dos colaboradores da BioFlorestas são mais assertivos, o que permite a redução de consumo de combustíveis pelo pessoal de campo nas visitas de combate terrestre e aéreo.

“O app é baseado em inteligência artificial e com os avanços já verificados, a tendência é que novas funcionalidades sejam mapeadas, testadas, desenvolvidas e implementadas na ferramenta. O objetivo é ampliar ainda mais a sua assertividade”, explica Rodrigo Carazolli, Gerente Geral de Inovação, Novos Negócios e Açolab Ventures na ArcelorMittal.

Funcionamento – O aplicativo pode ser usado no celular ou tablet e funciona off-line. Com a introdução do aplicativo reduziu-se o risco de contar com informações incompletas e não é mais necessária a adoção de pranchetas ou o preenchimento de informações em formulários descentralizados no trabalho de campo. O software já está sendo utilizado por operadores e gerentes das unidades de BioFlorestas. O aplicativo foi desenvolvido com a participação direta da BioFlorestas e do Açolab e é resultado da união de expertises. “O uso do banco de dados de mais de 40 anos da BioFlorestas, o papel potencializador do Açolab e a inteligência artificial nas áreas climática e geográfica da Sipremo trouxeram um novo marco para o mercado de cultivo de eucalipto”, aponta Wagner Barbosa, diretor da BioFlorestas e Mineração ArcelorMittal.

Após um teste bem-sucedido da solução de previsão climática da Sipremo, representantes da BioFlorestas sugeriram o aprimoramento do programa com a atuação proativa no combate às pragas. O aperfeiçoamento do software levou cerca de oito meses (três de construção e mais cinco de testes e melhorias).

Pioneirismo e mercado – O objetivo da ArcelorMittal e da Sipremo é não apenas utilizar a solução na BioFlorestas, mas também disponibilizá-la no mercado. O foco está nas empresas do setor de siderurgia, papel e celulose, moveleiro e madeireiro. “É um diferencial competitivo para a BioFlorestas. Algumas empresas concorrentes da área de siderurgia e do setor florestal têm manifestado interesse pelo aplicativo”, revela Carazolli.

Histórico – Até o final da década de 1970, eram raras as epidemias de pragas no setor florestal brasileiro. O aumento da movimentação de mercadorias no comércio e do turismo internacional acarretaram a introdução de novas pragas florestais, ocasionando impactos negativos na produtividade florestal. “O setor florestal é carente de inovação e tecnologia. O grande avanço do aplicativo é gerar decisões inteligentes. Além disso, o uso da tecnologia traz mudanças na gestão florestal, permitindo que as operações deixem de ser feitas de forma reativa e passem a ser proativas”, afirma Savio.

Sobre a ArcelorMittal – Maior produtora de aço do Brasil e líder no mercado global, o Grupo ArcelorMittal tem cerca de 158 mil empregados, sendo 16 mil no Brasil, e atende a clientes em 155 países, com o propósito de criar aços inteligentes para as pessoas e o planeta. A empresa tem unidades industriais em sete estados (CE, ES, MG, MS, RJ, SC e SP), além de unidades de distribuição e serviços em todo o país, sendo a única do setor no Brasil a contar com a certificação ResponsibleSteel. As plantas brasileiras têm capacidade de produção anual de 7 milhões de toneladas de minério de ferro e de 15,5 milhões de toneladas de aço bruto, com aplicação nas indústrias automobilística, de eletrodomésticos, construção civil e naval, dentre outras. A empresa atua, ainda, em áreas diversificadas como geração de energia para consumo próprio, produção de biorredutor renovável (carvão vegetal a partir de florestas renováveis de eucalipto) e tecnologia da informação.

Sobre a Sipremo – A Sipremo é uma empresa pioneira no país na geração de decisões inteligentes pela perspectiva do clima, relacionando a previsão e monitoramento de eventos climáticos e desastres naturais, com as operações monitoradas. A Sipremo nasceu junto à Defesa Civil do Estado de São Paulo, estado onde monitora quase 40 cidades. A tecnologia da Sipremo foi criada para ajudar a resolver os problemas da gestão do clima, por meio da previsão de diferentes condições climáticas e desastres naturais, oferecendo suporte à tomada de decisão proativa para seus clientes, gerando impactos operacionais, financeiros e ambientais positivos.


Avatar

administrator