O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) mostrou insatisfação com as declarações de Valdemar Costa Neto com elogios a Lula.

Bolsonaro classificou as falas como “absurdas” e falou em “implosão do partido”, sem citar Valdemar nominalmente.

O ex-presidente falou a apoiadores em Angra dos Reis (RJ), após ser questionado sobre a força do PL nas eleições deste ano. Um vídeo do encontro foi publicado pela Folha de S. Paulo.

“Essa semana tive um problema sério, não vou falar com quem. Se continuar assim, vai implodir o partido. Pessoa do partido dando declaração absurda, como ‘o Lula é extremamente popular’. Manda ele tomar um [cachaça] 51 ali na esquina ali. [Lula] Não vem”, disse.

‘Posso ser um cara horrível, mas o outro cara é péssimo’. Bolsonaro fez críticas a Lula e ao governo do petista em conversa no domingo (14) com apoiadores também em angra.

‘Não tem comparação com Bolsonaro’, diz Valdemar sobre Lula

O presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, elogiou as gestões anteriores do presidente Lula. Ele ainda afirmou que “não há comparação” entre o petista e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Valdemar disse também que Lula tem “prestígio” e Bolsonaro, “carisma“. As declarações foram em entrevista ao jornal regional ‘O Diário’, de Mogi das Cruzes e do Alto Tietê, em 15 de dezembro de 2023, mas o trecho passou a repercutir nas redes sociais na última sexta-feira (12).

“O Lula foi bem no governo, até elegeu a Dilma depois”, disse Valdemar. “Se ele (Lula) errou em alguma coisa, tinha que ser julgado dentro da lei. O Moro errou, pois superou os limites da lei”, afirmou.

Lula não tem comparação com Bolsonaro, completamente diferente. O Lula tem muito prestígio, não o carisma que Bolsonaro tem, mas tem popularidade, é conhecido por todos os brasileiros. O Bolsonaro, não, pois tem um mandato só disse Valdemar Costa Neto

Questionado, Valdemar reclama que a parte em que elogia Bolsonaro não consta no trecho. Ele ainda afirmou que não poderia faltar com a verdade sobre Lula. “Eu não ia falar uma mentira sobre o Lula, senão eu perco a credibilidade. É uma verdade: ele foi tão bem no governo que elegeu a Dilma. Tem gente da direita que não se conforma com isso, mas eu não posso falar mal de um presidente do qual participamos do governo”, disse Valdemar Costa Neto ao Estadão.


Avatar