O Corpo de Bombeiros realizou, nesta quarta-feira (3), a reflutuação e reboque do helicóptero que caiu no Lago de Furnas, em Capitólio, na região Centro-Oeste de Minas Gerais.

Segundo os Bombeiros, a aeronave estava submersa a aproximadamente cinco metros de profundidade. Ela foi levada até a rampa da Marina Escarpas, na tarde desta quarta.

Também foi localizado o rotor de cauda do helicóptero, que havia se desprendido no momento da queda. Ele foi encontrado a cerca de 50 metros do local da queda da aeronave.

Além dos Bombeiros, a Polícia Militar, Polícia Civil, Força Aérea Brasileira e Marinha do Brasil também atuaram na retirada do helicóptero de dentro do lago.

Uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas após um helicóptero cair no Lago de Furnas na manhã desta terça-feira (2). Vídeos cedidos à Itatiaia flagraram o momento da queda.

Julia Mendonça Silva Bernardes, de 22 anos, Lucas Chaves Ávila e Leonardo Resende Silva Vitorino foram socorridos e encaminhados para a Santa Casa de Piumhi e para o Hospital de Passos. Vanilton Alves Balieiro, de 44 anos, foi sepultado nesta quarta-feira (3), em Capitólio.

A aeronave é um helicóptero modelo EC 120 B, fabricado em 2009, para quatro passageiros. De acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o helicóptero consta operação negada para táxi aéreo, o que, segundo o órgão, significa que a aeronave não tem autorização específica para realizar operações de táxi aéreo.


Avatar