Foram criados 241.785 empregos com carteira assinada no Brasil no mês de fevereiro, apontam dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência. Em janeiro, foram geradas 84.571 vagas formais.

Número de empregos criados foi menor do que o do mesmo mês de 2022. Em fevereiro do ano passado, foram 328.507 vagas.

O salário médio caiu R$ 54,14 e foi para R$ 1.978,12 em fevereiro. Esse valor é de admissão dos novos trabalhadores.

O maior volume de empregos gerados foi na área de serviços.

O saldo decorre de 1.949.844 contratações e de 1.708.059 desligamentos no período.
O número de trabalhadores celetistas no país somou 42,7 milhões. Houve um aumento de 0,57% de em relação ao mês de janeiro.

4 de 5 setores da economia registraram alta

Serviços (+164.200 postos);
Construção (+22.246 postos);
Indústria geral (+40.380 postos)
Agropecuária (+16.284 postos);
Comércio (-1.325 postos).

Veja divisão de vagas criadas por região

Sudeste (+110.575 postos)
Sul (+63.309 postos)
Centro-Oeste (+29.959 postos)
Nordeste (+23.164 postos)
Norte (+12.456 postos)


Avatar

administrator