Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Com objetivo de tentar reduzir as estatísticas de crimes, problemas e infrações, principalmente em casos como furto de cabos e danos a equipamentos públicos, a prefeitura de Belo Horizonte assinou nesta quarta-feira (29) um termo para realização de testes com o aplicativo Crime Nabi.

A tecnologia é capaz de prever com eficiência locais prováveis para ocorrência de crimes e infrações. Desenvolvida pela empresa japonesa Singular Perturbations, a ferramenta dispõe de um algoritmo original que utiliza dados demográficos, ambientais e criminais.

O trabalho será feito em seis etapas, com duração de oito semanas. Os primeiros testes vão analisar os dados fornecidos pelo Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH) e pela Guarda Municipal ao algoritmo.

As informações geradas pela ferramenta vão auxiliar em patrulhas preventivas, otimização dos processos que envolvem o gerenciamento do efetivo, análise de dados e comunicação entre os departamentos, contribuindo para o avanço de Belo Horizonte como cidade inteligente.

“O processo de análise dos locais e horários das ocorrências passará a ser muito mais ágil e assertivo. E isso será fundamental para definir a rota dos patrulhamentos, por exemplo”, explica a diretora do COP-BH, Geórgia Ribeiro.

A iniciativa foi viabilizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, por meio do edital Laboratório Aberto. A implementação será realizada sem custos para a PBH.

 

 


Avatar

editor