Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

O PSDB lançou nesta sexta-feira (5/8) a candidatura de Marcus Pestana (PSDB) ao Governo de Minas nas eleições de outubro de 2022. O nome do vice não foi definido e deve ser oficializado na próxima segunda-feira (8/8).

O partido também definiu apoio a Bruno Miranda (PDT), vereador de Belo Horizonte, como candidato a senador no pleito deste ano. As oficializações ocorreram durante convenção eleitoral do PSDB nesta sexta, em BH.

“Precisamos imediatamente atacar a fome e a miséria. O Brasil vive um momento delicadíssimo. Num segundo momento, arrumar a casa, que não está arrumada. Não para ganhar medalha de responsabilidade fiscal, mas que tenha recursos disponíveis, equacionados, para educação de qualidade, acesso à saúde e segurança para o cidadão mineiro”, disse Pestana, que também comentou sobre a disputa.

“O jogo não começou. Como dizia o Didi, nosso grande craque da seleção 58, jogo é jogo, treino é treino. Então, o jogo não começou, a sociedade não está antenada nas eleições, está preocupada com fome, desemprego, miséria, tudo isso que atormenta a vida do brasileiro. Quando entrar o rádio e a televisão, nós vamos ver que essa polarização é fugaz, muito tênue, e existem quatro candidaturas bastante competitivas”, completou.

O PSDB lançou 54 candidatos a deputado estadual e 54 a deputado federal. Em Minas, a legenda está junto de PDT e Cidadania.

Aécio, Abi-Ackel e Brant presentes

Outras figuras fortes do PSDB em Minas, os deputados federais e candidatos à reeleição Aécio Neves (PSDB-MG) e Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) e o vice-governador Paulo Brant (PSDB) estiveram presentes na convenção. Aécio celebrou o lançamento de Pestana ao governo.

“Estou muito animado. O PSDB tem a legitimidade consagrada por quatro mandatos nas últimas décadas, três agora muito recentemente, governando Minas Gerais com resultados. O PSDB se coloca novamente como postulante ao palácio com objetivo de resgatar o que Minas perdeu: influência nacional, capacidade de interferir nas grandes questões do Brasil. Estou entusiasmado com a candidatura de Pestana”, afirmou.

Aécio chegou a estudar a possibilidade de disputar o Senado. Contudo, o candidato da chapa será Bruno Miranda. O parlamentar comentou o movimento.

“Apesar de todas pesquisas me colocarem em primeiro lugar ao Senado, mas priorizei o que é essencial para nós agora: recolocar o PSDB como alternativa de poder, de governo em Minas, para isso era preciso fortalecer a aliança. Por isso, abri mão da disputa ao Senado, vamos apoiar o vereador Bruno Miranda”, completou.

Os partidos têm até esta sexta para realizar convenções eleitorais. Depois, eles têm até o dia 15 do mesmo mês para registrar as candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Disputa

Para o governo mineiro, fora Pestana, Romeu Zema (Novo) Alexandre Kalil (PSD), Carlos Viana (PL), Lorene Figueiredo (Psol), Marcus Pestana (PSDB), Renata Regina (PCB), Vanessa Portugal (PSTU), Indira Xavier (UP), Lourdes Francisco (PCO) e Cabo Tristão (PMB) estão na disputa até então.

Já ao Senado, além de Miranda, Alexandre Silveira (PSD), Cleitinho (PSC), Dirlene Marques (PSTU), Naomo Coura (PCO), Pastor Altamiro Alves (PTB) e Irani Gomes (PRTB) são nomes em disputa em Minas.

As eleições acontecem em 2 de outubro. Caso necessário, o segundo turno ocorrerá no dia 30 do mesmo mês.


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.