Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Após as temperaturas despencarem em grande parte do Brasil, o país enfrenta agora uma grande massa de ar seco que se estabeleceu depois da passagem da frente fria. De acordo com os meteorologistas da Climatempo, a região Centro-Oeste deve ser a mais afetada.

“Há um alerta para ar muito seco, com o nível de umidade entre 11% e 20% no sudoeste de Goiás, centro, sul e sudeste de Mato Grosso e no norte de Mato Grosso do Sul”, informou a Climatempo.

Além disso, muitos locais não devem ultrapassar o patamar de 30% de umidade.

A Climatempo chama a atenção para o ar seco no centro, oeste e norte de Mato Grosso, no Tocantins (exceto no norte do estado), no extremo sul do Piauí, no oeste e sudoeste da Bahia, no noroeste, oeste, centro e sul de Minas Gerais, no estado de São Paulo (exceto no litoral), no oeste e norte do Paraná, em Mato Grosso do Sul (exceto no norte do estado).

Recordes de frio no Rio de Janeiro e São Paulo

No último sábado (21), o Parque Nacional de Itatiaia, no Sul Fluminense, registrou a temperatura mais baixa do ano no país até o momento: -7,6°C, detectada entre 5h e 6h pela estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A estação do Inmet fica a cerca de 2,7 mil metros de altitude. No local, durante a semana, já havia ocorrido um fenômeno raro conhecido como sincelo: quando o nevoeiro congela, o que provoca na natureza um aspecto semelhante ao gelo e faz com que o público acredite que tenha nevado ou geado na localidade, por conta do aspecto da vegetação.

Até então, a temperatura mais baixa registrada no país, segundo o Inmet, era de segunda-feira (17), no mesmo local: -4,7°C. Meteorologista do instituto, Heráclio Alves explica que as temperaturas muito baixas são recorrentes na região.

Já em São Paulo, na sexta-feira (20), a capital paulista registrou a menor temperatura mínima em 2022 durante a madrugada, de acordo com dados do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura de São Paulo (CGE).

A estação meteorológica da Capela do Socorro, no extremo da Zona Sul, marcou 1,1°C de temperatura mínima absoluta – aquela aferida em apenas um ponto -, enquanto a média da cidade chegou a 6,3°C, também um recorde para 2022 e para o mês de maio desde 2004.

A menor temperatura absoluta registrada anteriormente foi de 3,3°C, nas estações de Capela do Socorro e Engenheiro Marsilac, na noite de quinta-feira (19). Já a menor média para 2022 até então tinha sido aferida na quarta-feira (18), com 7°C e sensação térmica de -4°C.

Segundo o CGE, a máxima prevista para esta sexta é de 17°C. Os termômetros devem apresentar “rápido declínio” a partir do fim da tarde.

 


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.