O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), elogiou nesta segunda-feira o presidente Lula (PT), a quem chamou de “político experiente”. Em entrevista à CNN, Castro relatou o apoio dado pelo governo federal ao estado após as fortes chuvas do último final de semana. Os dois políticos conversaram por telefone e o presidente afirmou que irá analisar o pedido de antecipação dos recursos do PAC para ajudar nas obras das regiões atingidas.

— No momento de crise, pouco importa o lado político. Vejo como natural Lula ter procurado o Paes primeiro. Mas ele não deixou de me ligar quando eu o procurei. Um político experiente não faria nada contra o povo para me atingir. Ainda mais pela grandeza do cargo. Eu não ataco, não sou inimigo dele, nunca fomos — disse Cláudio Castro.

Nesta manhã, em seu perfil no X (antigo Twitter), Lula relatou que conversou por telefone com Castro ontem. “O governo federal continuará atento para apoiar todos os estados e municípios do Brasil em momentos de dificuldade, sem diferenciar partidos e sempre respeitando os governantes eleitos pelo povo”, escreveu.

Filiado ao partido de Jair Bolsonaro (PL), Cláudio Castro esteve com o ex-presidente nas eleições de 2022. Apesar da aproximação, o chefe do Executivo fluminense nunca pertenceu a ala mais ideológica do Partido Liberal.

O elogio a Lula ocorre poucos dias após o presidente do PL, Valdemar da Costa Neto, ter chamado o petista de “figura popular”, o que causou um desconforto na sigla.

À apoiadores, Bolsonaro falou em “declarações absurdas” que estariam implodindo o partido.

— Se continuar assim você vai implodir o partido, tem pessoa do partido dando declaração absurda como “o Lula é extremamente popular”. Manda ele vir tomar 51 aqui na esquina, não vem — disse, sem citar Valdemar nominalmente.


Avatar