A pesquisa Atlas/CNN sobre o cenário eleitoral em Belo Horizonte divulgada nesta quinta-feira (25) mostrou a força do bolsonarismo na capital mineira e acendeu o sinal de alerta nos partidos do campo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Apoiado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, o deputado Bruno Engler (PL) aparece em 1° lugar, com 32% das intenções de voto, e o deputado federal Rogério Correia (PT) está em 2° com 16%.

Aliado do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), o prefeito Fuad Noman (PSD) está em 6°, com 5%.

Estrategistas de Fuad apostam na retaguarda da máquina e o maior tempo no horário eleitoral de rádio e TV para crescer, mas o “fogo amigo” da esquerda pode prejudicar uma eventual aliança no 2° turno.

O candidato do PT, por sua vez, disse que a decisão do União Brasil de apoiar Noman “distancia” Fuad do campo da esquerda e mantém um tom crítico ao adversário.

“A pesquisa Atlas indica que minha candidatura se consolidou no campo do presidente Lula”, disse Correia.

Segundo o deputado, a candidatura em BH será prioridade do PT, que prometeu recursos. Ex-marqueteiro de Lula, Sidônio Palmeira atua como consultor.

O PT tenta atrair o apoio da deputada Duda Salabert (PDT), que está em terceiro na pesquisa, com 10%, e da deputada Bella Gonçalves (Psol), que pontua com 3,7%.


Avatar

administrator