Os/as Especialistas em Educação Básica (EEBs) da rede estadual de Minas Gerais vão fazer uma paralisação nesta quarta-feira, dia 31 de maio/23, em protesto contra as péssimas condições de trabalho e o acúmulo de tarefas que inviabilizam a realização de suas funções.

Segundo o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), a categoria denuncia ainda a falta de valorização para o exercício de suas funções pedagógicas. Essa falta de reconhecimento incluiu o arrocho salarial imposto pelo governo Zema a todos os servidores da rede estadual de educação.

Com o lema “Por valorização profissional: piso e carreira andam juntos!”, o dia de manifestações começará com uma audiência do pública, a partir das 9h30, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, para debater valorização, carreira e condições de trabalho dos EEBs.

A partir das 14h, os especialistas farão uma concentração no pátio da Assembleia para depois saírem um uma marcha de protesto.


Avatar