Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Sondagem realizada na última quinta (6) pelo IFec-RJ (Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises) com 319 empresários do Estado do Rio detectou que 39,2% dos entrevistados registraram afastamento de funcionários nos primeiros dias de 2022 por conta da covid-19.

A pesquisa também avaliou o impacto do avanço da variante ômicron para o comércio de bens, serviços e turismo do estado: 59,6% dos empresários revelaram que, na última semana, não houve prejuízo (34,5%) ou que tiveram o mínimo de impacto possível (25,1%). Já 40,5% dos comerciantes afirmam que foram prejudicados ou muito prejudicados em seus negócios.

Em relação às expectativas para os próximos sete dias, 47% dos comerciantes acreditam que haverá muito prejuízo ou algum tipo de impacto. Outros 35,5% estão confiantes e acreditam que haverá o mínimo de prejuízo ou nenhum impacto. Já 17,6% afirmaram que não sabem avaliar essa situação.

O avanço da covid fez com que a marca de roupas Farm optasse por fechar uma de suas unidades no Rio, no Shopping da Gávea, após terem sido confirmados casos entre funcionários. Em São Paulo, a empresa decidiu funcionar em horário reduzido, de 12h às 20h, em Ilhabela, Ribeirão Preto e Campinas. O mesmo aconteceu em Uberlândia (MG).

Assim como em diversos estados do país, o Rio vem registrando um aumento súbito de casos de covid nos últimos dias.

A cidade do Rio de Janeiro atingiu na sexta (7) a marca de 12.422 casos confirmados nos primeiros sete dias do ano. O número já é mais que o dobro de todos os casos de dezembro, quando 5.811 pessoas testaram positivo para a doença.

Também tem havido uma corrida por testagem e tanto o governo estadual quanto a prefeitura da capital anunciaram nos últimos dias a inauguração de novos polos.

Fonte: UOL


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.