Jarbas Vasconcelos (MDB-PE), 81, renunciou ao cargo de senador e anunciou sua aposentadoria da vida pública depois de 50 anos.

Em comunicado, Jarbas Vasconcelos informou que formalizou junto ao Senado a renúncia ao cargo. Ele estava em seu quinto ano de mandato como senador, porque foi eleito em 2018.

“Durante e após os meus mandatos, sempre saí de cabeça erguida, certo de que, com erros e acertos, fiz o que pensava ser melhor para o povo. Chegar aos 81 anos, tendo 50 deles na vida pública, poder andar nas ruas e contar com o olhar respeitoso do cidadão e dos pares é, para mim, motivo de altivez e de que fiz o meu melhor”, disse o parlamentar.

O político pernambucano estava afastado de suas atribuições no Senado desde dezembro de 2022 por questões de saúde. Em seu lugar, assume de forma definitiva o cargo Fernando Dueire (MDB-PE), primeiro suplente de Jarbas, e que já estava no posto desde o final de 2022.

Jarbas Vasconcelos é um dos fundadores do MDB. Ele foi eleito deputado estadual entre 1971 e 1975. Depois foi eleito deputado federal por dois mandatos, de 1975 a 1979 e de 1983 a 1985.

Vasconcelos também foi prefeito do Recife por duas vezes entre 1986 e 1988 e entre 1993 e 1996. De 1999 a 2006 ele foi governador de Pernambuco. Em 2007 se elegeu pela primeira vez ao Senado. Em 2015 retornou ao cargo de deputado federal e em 2018 voltou à Casa Alta.

Fernando Dueire disse receber a notícia da aposentadoria de Jarbas “com um sentimento renovado de responsabilidade” e afirmou que exercerá seu mandato no Senado norteado pelos “ensinamentos e trajetória” de Vasconcelos.

Sei o tamanho do desafio que é honrar a sua ausência. O titular deste mandato, que agora assumo em definitivo, é o mais vitorioso político pernambucano e uma referência em todo país. É um homem que dedicou mais de 50 anos de sua vida a fazer política com altivez, determinação e ética. Foi e será sempre meu farol”, afirmou.


Avatar

administrator