O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chamou o embaixador do Brasil em Tel Aviv, Frederico Meyer, para retornar ao país em meio à crise diplomática com Israel em decorrência da declaração do petista nesse domingo (18) comparando os ataques na Faixa de Gaza ao Holocausto nazista. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, Meyer embarca ao Brasil nesta terça-feira (20).

A ordem ocorre após uma série de retaliações de Israel à fala do petista. O ministro das Relações Exteriores israelense, Israel Katz, considerou Lula persona non-grata após a afirmação e convocou Meyer para reunião no Museu do Holocausto nesta manhã.

Convoquei o embaixador do Brasil em Israel para Yad Vashem [memorial oficial do Holocausto], o local que demonstra mais do que qualquer outro o que os nazistas e Hitler fizeram aos judeus, incluindo a membros da minha própria família”, afirmou Katz.


Avatar