O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Colômbia, Gustavo Petro, conversaram nesta quarta-feira sobre a proteção da Amazônia — os dois países compartilham o bioma amazônico em seus territórios — e sobre a necessidade de ações conjuntas no combate ao crime na região, que inclui o narcotráfico, a grilagem e a mineração ilegal.

Os presidentes concordaram ainda com a ideia de fortalecer a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), formada por Brasil, Colômbia, Bolívia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela.

Com o presidente da Colômbia, @petrogustavo. Falamos sobre os encontros futuros que teremos para debater a região amazônica”, disse lula em publicação no Twitter.

“Conversamos também sobre nossa disposição para juntos combatermos o garimpo ilegal e o narcotráfico.”

Lula aproveitou para dizer ao presidente colombiano que estará presente no fórum de debates científicos sobre a Amazônia no dia 8 de julho, na cidade de Letícia, na fronteira entre os dois países.

O encontro é preparatório para reunião dos países amazônicos em agosto em Belém. Petro confirmou sua participação no evento a ser sediado no Brasil.

Os dois presidentes também debateram a conjuntura política da região.

Na terça-feira, Lula foi o anfitrião de uma reunião de chefes de Estado da América do Sul, a primeira em nove anos.


Avatar