O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu, ontem, no Palácio do Planalto, o presidente do Grupo MSC, Diego Aponte, acompanhado do CEO da Terminal Investment Limited (TiL), Ammar Kanaan; do diretor de Terminais e Investimentos da TiL para América Central e América do Sul, Patricio Junior; e pelo presidente da MSC Brasil, Elber Alves Justo. O presidente Lula se fez acompanhar pelo ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, pelo ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, e pelo diretor-presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Décio Lima. A reunião durou cerca de uma hora.

Ao cumprimentar o presidente Lula, Aponte transmitiu igualmente cumprimentos de admiração de seu pai, Gianluigi Aponte, que criou a empresa em 1970. Aponte relatou também que a MSC está presente no Brasil há mais de 20 anos, tendo assumido liderança do setor de transporte marítimo de carga. Ouviu também que a empresa acredita muito no “potencial infinito” do Brasil, de seu grande mercado em crescimento, sua estabilidade institucional e seu capital humano. Revelou, nesse sentido, que o Brasil assume cada vez maior protagonismo estratégico para a empresa, que prepara novo plano de investimentos no país, centrado na modernização de infraestrutura portuária, no crescimento do setor de cruzeiros e no desenvolvimento de novos negócios, incluindo o setor aéreo.

O presidente Lula frisou que, desde seus primeiros mandatos, tem procurado desenvolver o mercado interno no sentido de superar a pobreza e a desigualdade, mas que infelizmente muitas obras e programas sociais foram paralisados pelos governos recentes. Citou a importância do Novo PAC – que tem entre suas prioridades o desenvolvimento de infraestruturas portuárias – para voltar a promover um crescimento que permita erradicar a pobreza. “Não podemos perder mais uma chance de promover crescimento econômico que resulte em melhores condições de vida para as pessoas; não há nenhuma explicação para que tenhamos fome no Brasil”, comentou.

Ao final, Lula agradeceu ao executivo pela aposta da empresa no Brasil, com novos investimentos “que certamente serão muito bem-sucedidos”. Aponte assegurou que a MSC deseja “contribuir, um pouco que seja, para trazer esse desenvolvimento e redução de desigualdades que o senhor deseja para o Brasil”.


Avatar

administrator