Pelo menos 73 pessoas foram mortas em uma explosão na cidade iraniana de Kerman, na estrada que conduz ao cemitério onde está enterrado o general do Corpo dos Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC) Qassem Soleimani, informa canal de TV estatal IRIB.

De acordo com as informações mais recentes fornecidas pela agência IRNA, na sequência de explosões na cidade iraniana de Kerman morreram 73 pessoas e 170 ficaram feridas.

Mais cedo, a agência iraniana IRNA informou sobre uma explosão em um cemitério em Kerman, alguns minutos mais tarde a agência relatou uma segunda explosão na estrada para o cemitério de Golzar.

De acordo com a mídia do país, o governador da província iraniana de Kerman qualificou as explosões perto do cemitério onde está enterrado general Soleimani de ato terrorista. Destaca-se também que dois dispositivos explosivos foram colocados em sacos perto do cemitério iraniano onde estava ocorrendo uma cerimônia fúnebre, eles foram detonados remotamente.

Qassem Soleimani, que pertencia à Força Quds do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês), foi morto em 3 de janeiro de 2020 por um ataque de drone no Aeroporto Internacional de Bagdá, Iraque, por ordem do então presidente norte-americano Donald Trump.


Avatar