A pesquisa DataTempo para o governo de Minas Gerais mostra que metade dos eleitores mineiros ainda não definiu qual será o seu candidato para a eleição de outubro. Segundo o levantamento, 49,9% dos entrevistados afirmaram que a decisão sobre o voto para governador já foi tomada e que não mudarão sua escolha.

Em comparação com a eleição presidencial, o número de pessoas que estão decididas é cerca de 10% menor, o que demonstra uma maior dúvida sobre os candidatos mineiros.

Outros 17,8% dos entrevistados afirmaram que a opção feita até o momento é firme, mas que poderão mudar de opinião no decorrer da campanha. Para 21,6% dos eleitores ouvidos pela pesquisa, a escolha feita até o momento é uma preferência inicial, que pode mudar durante a campanha. A pouco menos de cinco meses para a eleição, 10,2% dos entrevistados responderam que não decidiram o voto, e 0,5% não responderam.

Consolidação

De acordo com a pesquisa, os votos em Zema e Kalil estão sendo consolidados entre os mineiros, já que os eleitores dos dois candidatos se aproximam mais das categorias de “decisão firme, mas que pode alterar durante a campanha” e “decisão definitiva, que não mudará de jeito nenhum”. Já o senador Carlos Viana, por outro lado, tem seus eleitores mais associados à categoria de preferência inicial que poderá mudar durante a campanha.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto DataTempo entre os dias 30 de abril e 5 de maio de 2022. Foram realizadas 2.000 entrevistas domiciliares. A margem de erro é de 2,19 pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. Pesquisa registrada no TSE sob o número BR-00720/2022 e no TRE sob o número MG-01720/2022.