A mineradora Gute Sicht investigada por suposta mineração irregular em uma área tombada pelo município na Serra do Curral, região Centro-Sul de Belo Horizonte, barrou a entrada de deputadas da Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na empresa, na manhã desta segunda-feira (6).

As integrantes da comissão, lideradas pela deputada Beatriz Cerqueira (PT), decidiram fazer uma observação pelo entorno da mineradora para analisar os trabalhos realizados no local, já que foram impedidas de entrar na mineradora.  Esta é a terceira visita técnica que faz parte das atividades em defesa da Serra do Curral. Ainda nesta segunda, será realizada uma audiência pública sobre o tema.

“A mineradora Gute atua de modo ilegal e é inacreditável que, diante da ilegalidade não tenha sido interrompida pelo governo do Estado e pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, tendo começado a operar antes mesmo do termo de ajuste de conduta e que agora continue, em total desrespeito à população. A visita também será espaço de escuta da população. Esperamos, ao final, contribuir, cobrando medidas mais efetivas do governo do Estado, que tem agido como verdadeiro empreendedor da mineração. Precisamos que o governo mude de postura, considerando as consequências devastadoras e irreparáveis da mineração para a nossa Serra do Curral,” explica a deputada Beatriz Cerqueira.

Multa

No último dia 25 de maio, a mina Boa Vista – empreendimento que está localizado na serra do Taquaril, uma área no limite entre a capital e Sabará -, foi interditada pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Dois dias depois, a mineradora foi multada em R$ 25 mil após ignorar a interdição e seguir com a mineração no local.

Ainda de acordo com a PBH, a interdição da mina ocorreu após os órgãos municipais concluirem que o empreendimento funcionava sem licenciamento ambiental, com base apenas em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Gute Sicht e o Estado de Minas Gerais. O termo foi assinado em 2021 sem a participação de Belo Horizonte, apesar da mineração ocorrer em uma área da Serra do Curral que é tombada pelo município.