O ministro Alexandre de Moraes votou para condenar mais 15 réus pelos atos golpistas de 8 de janeiro.

O STF começa a julgar hoje mais 15 acusados de participar e incentivar os atos golpistas em Brasília. Moraes é o relator dos processos e o primeiro a apresentar o voto.

O julgamento ocorre no plenário virtual e os ministros têm até 1º de março para registrar seus votos pelo sistema eletrônico. Neste formato, não há debate em sessão presencial.

Os réus foram denunciados pela Procuradoria-Geral da República. Eles respondem por cinco crimes: abolição violenta do Estado democrático de direito, golpe de Estado, dano qualificado, deterioração de patrimônio tombado e associação criminosa armada.

Até agora, o STF condenou 86 pessoas a penas de até 17 anos de prisão. Os acusados por crimes mais leves estão fechando acordos com a PGR para cumprimento de serviço comunitário e pagamento de multa.

Quem são os 15 réus

Bruno Guerra Pedron

Antonio Carlos de Oliveira

Barquet Miguel Junior

Gesnando Moura da Rocha

Neli Ferronato Pelle

Pedro Henrique Gaudencio Da Silva

Paulo Eduardo Vieira Martins

Lucinei Tuzi Casagrande Hilebrand

Deivison Barbosa Lopes

Iraci Megumi Nagoshi

Dirceu Ribeiro da Assunsao

Kingo Takahashi

Lucenir Bernardes Da Silva

Joao Antonio Pereira

Maria do Carmo da Silva


Avatar