A Polícia Federal cumpre mandados de prisão preventiva e busca e apreensão em Santa Catarina e Minas Gerais, em nova fase da Operação Lesa Pátria.

Agentes da PF estão na rua contra apoiadores e incentivadores dos atos golpistas em Brasília em 8 de janeiro. São 25 mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva.

Bens e ativos dos investigados foram bloqueados. Segundo a PF, os vândalos causaram dano estimado em R$ 40 milhões aos prédios dos Três Poderes.

Alvos serão investigados pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido. Esta é a 22ª fase da Operação Lesa Pátria.

Enquanto investigação avança, STF julga os primeiros réus. Até o momento, 30 pessoas já foram condenadas, com penas que chegam a até 17 anos de prisão.


Avatar