A Polícia Federal cumpre um mandado de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão contra PMs do Distrito Federal acusados de omissão nos atos golpistas de 8 de janeiro. Os alvos teriam dado ordens de recuo da tropa no episódio.

A PF cumpriu na manhã de hoje um mandado de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão em casas de PMs. É a 12ª fase da Operação Lesa Pátria, que investiga participantes, financiadores e mentores intelectuais dos atos golpistas de 8 de janeiro. Um dos presos confirmados é o major Flávio Silvestre de Alencar. Ele já tinha sido alvo de prisão preventiva na 5ª fase da operação, mas solto dias depois.

Os mandados foram expedidos pelo STF.

Até o momento, o STF tornou réus 1.045 acusados pela destruição da Praça dos Três Poderes em cinco grupos de denúncias. Ao todo, a PGR denunciou 1.390 pessoas pelos ataques.

As pessoas envolvidas nos atos golpistas podem responder pelos seguintes crimes:

Abolição violenta do Estado Democrático de Direito
Golpe de Estado
Dano qualificado
Associação criminosa
Incitação ao crime
Destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.


Avatar