Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse nesta segunda-feira que seu país continuará atrás de seu objetivo de se tornar membro da aliança militar ocidental Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), apesar do descontentamento russo e do ceticismo de alguns países ocidentais.

“Hoje, muitos jornalistas e muitos líderes estão sugerindo um pouco à Ucrânia de que é possível não correr riscos, não levantar constantemente a questão da futura adesão à aliança, porque esses riscos estão associados à reação da Federação Russa”, disse Zelenskiy em coletiva de imprensa com o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz. “Acredito que devemos seguir no caminho que escolhemos”, acrescentou.

A Rússia quer garantias de que a Ucrânia não será aceita na Otan e de que a aliança militar retirará tropas que estão em países que integraram a antiga União Soviética. Os EUA e a Otan rejeitaram essas demandas.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, sugeriu ao presidente do país, Vladimir Putin, que continue no caminho diplomático para solucionar a crise com a Ucrânia. Em uma reunião exibida na TV russa, Putin pergunta a Lavrov se é possível chegar a um acordo com os Estados Unidos e os países europeus para resolver as preocupações de segurança da Rússia.

Fonte: BBC News Brasil

 

 


Avatar

editor