O presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta terça-feira que se o país não investir em educação, vai entregar os jovens para o crime organizado. A declaração foi dada durante a inauguração do Impa Tech, do Instituto de Matemática Pura e Aplicada, localizado no Rio de Janeiro.

“Educação não é gasto. E não é só para rico. Queremos criar as condições para vocês (dirigiu-se aos estudantes). Quem vai ganhar não são só vocês. É o orgulho dos seus pais, é o país, que vai se desenvolver. Não é admissível que o presidente veja a matéria de que 480 mil crianças desistiram de estudar para ajudar no orçamento de casa. Mas qual é o controle que o pai e a mãe vão ter da criança? Ela pode ser vítima de violência, do crime organizado… A escola é a garantia de que os filhos desses pais vão se tornar pessoas do bem. Se a gente não investir em educação, vamos dar esses jovens de graça para o crime organizado”, disse.

Lula também afirmou que o Brasil vive um momento de fake news e negacionismo, o que, em sua avaliação, justifica um maior investimento em educação.

“O momento que estamos vivendo é um momento delicado na história do Brasil. Eu tenho 78 anos e nunca vi um momento de negaciniosmo, de ódio, de fake news, nesse país. Se a gente não investir em educação, vamos dar dinheiro para o negacionismo, para o crime organizado e fake News”, acrescentou.

O presidente também afirmou ser “fanático” pela educação, e citou de ter sido o único presidente eleito sem diploma.

“Eu sempre fico emocionado para justificar porque sou fanático por educação. Eu sou o único presidente da república que não tem diploma, mas sou o que mais fiz universidades nesse país. Por esta razão, eu acho que todo filho da pessoa da classe mais baixo tem o direito de chegar à universidade”.

Convênio de R$ 4 milhões

O evento, no Porto Maravalley, no Santo Cristo, na Zona Portuária do Rio, teve a presença do prefeito, Eduardo Paes, do diretor-geral do IMPA, Marcelo Viana, dos ministros da Educação, Camilo Santana, e da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, além de outras autoridades.

Na ocasião, também foi assinado um convênio entre a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, comandada por Ricardo Cappelli, e a secretaria de Ciência e Tecnologia para a criação de um hub de pesquisa e inovação para a Inteligência Artificial com aporte de R$ 4 milhões da ABDI.

Curso de graduação

O primeiro compromisso da agenda de Lula no Rio foi para inaugurar o Impa Tech, primeiro curso de graduação em Matemática da Tecnologia e Inovação do IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada).

Com quatro anos de duração, o bacharelado começa neste mês e vai atender até 100 alunos no primeiro ano, com investimentos de R$ 16,7 milhões. A cada ano, o número de estudantes cresce: o segundo ano terá 200 alunos e investimento de R$ 29,2 milhões; o terceiro, 300 alunos e R$ 41,7 milhões; e o quarto ano terá 400 alunos e R$ 55,9 milhões de investimento.

A faculdade começa com um ciclo básico de um ano e meio. Em seguida, os alunos escolhem entre quatro ênfases: Matemática, Ciência da Computação, Ciência de Dados e Física.


Avatar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *