O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, recuou após elogiar o presidente Lula (PT) e disse que o petista “não chega aos pés” do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Valdemar publicou um vídeo nas redes sociais após a repercussão negativa pela fala. “Me criticaram porque disse que o atual mandatário era popular no passado, mas não chega aos pés do que Bolsonaro representa”, afirmou.

O presidente do PL disse que a escolha da sigla pelo ex-presidente é “irreversível“. Valdemar também afirmou que Bolsonaro inaugurou um movimento político na direita.

O ex-deputado ainda criticou a “velha política” e disse que o conservadorismo ganhou espaço com Bolsonaro. “A direita e o conservadorismo fizeram sentido para muita gente, inclusive para mim e para o PL”, completou.

No início do mês, veio à tona uma entrevista de Valdemar. O presidente do PL elogiou gestões anteriores de Lula e afirmou que “não há comparação” entre o petista e Bolsonaro.

Lula não tem comparação com Bolsonaro, completamente diferente. O Lula tem muito prestígio, não o carisma que Bolsonaro tem, mas tem popularidade, é conhecido por todos os brasileiros. O Bolsonaro, não, pois tem um mandato só”, afirmou.

No último dia 15, o ex-presidente mostrou insatisfação com as declarações de Valdemar. Bolsonaro classificou as falas como “absurdas” e falou em “implosão do partido”, sem citar Valdemar nominalmente.

“Essa semana tive um problema sério, não vou falar com quem. Se continuar assim, vai implodir o partido. Pessoa do partido dando declaração absurda, como ‘o Lula é extremamente popular’. Manda ele tomar um [cachaça] 51 ali na esquina ali. [Lula] Não vem”, disse.


Avatar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *