Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Apesar da resistência de deputados do Partido Liberal (PL), o senador Carlos Viana disse que não irá desistir da pré-candidatura ao governo de Minas. Nesta quarta-feira (20), durante a convenção do diretório estadual, não houve homologação do nome do político como postulante ao cargo de governador. Com isso, a decisão ficou para a comitiva nacional.

“Meu nome está colocado. Sou pré-candidato ao governo de Minas, não vou desistir. Tenho colocado isso com muita clareza aos deputados apesar de toda resistência que tenho enfrentado deles”, declarou Carlos Viana. O senador também se colocou como principal apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“O PL está entre os maiores partidos do Brasil e terá uma presença muito forte com o presidente Bolsonaro, que precisa de um palanque no Estado. Tenho deixado claro que, hoje, quem levanta o braço do presidente em Minas sou eu. Quem está governando Minas entende que não quer apoio do presidente”, disse Viana em referência a Romeu Zema (Novo), pré-candidato à reeleição.

Bolsonaro, que tentará ser reeleito, ainda não manifestou apoio público ao senador mineiro, embora sejam do mesmo partido.

A decisão do diretório nacional do PL deve ser conhecida até 5 de agosto, quando termina o prazo para definição das chapas. Os nomes podem ser registrados junto à Justiça Eleitoral até 15 de agosto.

Conforme pesquisa do Instituto Quaest, divulgada em 15 de julho, Carlos Viana aparece em terceiro lugar na corrida eleitoral, com 6,4% das intenções de voto, atrás de Romeu Zema, com 45,7%, e Alexandre Kalil (PSD), com 27,4%.


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.