O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comentou nesta terça-feira (14) as eleições presidenciais na Argentina. Ele afirmou que o país vizinho é “muito importante” para o Brasil e que precisa eleger um presidente que “goste de democracia”.

Lula deu as declarações durante live semanal, transmitida pelo canal oficial do governo brasileiro nas redes sociais.

‘Israel parece que quer ocupar Faixa de Gaza e expulsar palestinos’, diz Lula

No próximo domingo (19), os argentinos voltam às urnas para o segundo turno da eleição presidencial. Estão na disputa o atual ministro da Economia do país, Sergio Massa, e o candidato populista que se define como libertário, Javier Milei. A Argentina é o principal parceiro econômico do Brasil na América do Sul.

O Brasil precisa da Argentina e a Argentina precisa do Brasil. Dos empregos que o Brasil gera na Argentina e dos empregos que a Argentina gera no Brasil, do fluxo comercial entre os dois países e de quanto nós podemos crescer juntos”, afirmou o petista.

“Para isso é preciso ter um presidente que goste de democracia, que respeita as instituições, que goste do Mercosul, que goste da América do Sul e que pensa na criação de um bloco importante“, completou Lula.

Na live, Lula evitou declarar apoio a um dos candidatos. Ele disse que os argentinos são soberanos para escolher o chefe de Estado. Integrantes do governo brasileiro, no entanto, têm preferência pelo candidato de centro-esquerda Sergio Massa.

O candidato de oposição ao governo de Alberto Fernández, Javier Milei, já fez duras críticas a Lula e especialistas avaliam que uma eventual eleição dele pode complicar as relações entre Brasil e Argentina.

Milei já classificou o petista como “socialista com vocação totalitária” e disse que o Mercosul, bloco econômico fundado por Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, é um “fracasso“.

Lula defende o fortalecimento do Mercosul e tenta fechar um acordo do bloco com a União Europeia.

Eu só queria pedir para o povo argentino na hora de votar, pense na Argentina. É soberano o voto de vocês, mas pense um pouco no tipo de América do Sul que você quer criar, de América Latina que você quer criar e de Mercosul que você quer criar. Juntos, nós seremos fortes. Separados, nós somos fracos. É isso que eu queria que você pensasse na hora de votar'”, afirmou Lula.


Avatar