O ataque israelense em Gaza que matou sete trabalhadores de ajuda humanitária da World Central Kitchen provocou fúria e indignação dentro da Casa Branca, levando o presidente Joe Biden na terça-feira (2) a divulgar uma declaração pública usando uma palavra que ele raramente utilizou ao longo do conflito que se tornou uma tragédia sem fim: “Indignado.”

As mortes dos trabalhadores que estavam tentando entregar comida a civis famintos e sitiados no enclave aumentaram para um novo nível a frustração de Biden e seus principais assessores, disse um alto funcionário do governo.

A declaração de Biden na noite de terça-feira (2), que lamentou a morte dos sete trabalhadores, incluiu palavras contundentes. Ele culpou explicitamente Israel por não proteger trabalhadores humanitários e civis, e disse: “Incidentes como os de ontem simplesmente não deveriam acontecer.”

O ataque contra os trabalhadores da World Central Kitchen tem sido um “incidente de destaque” para a Casa Branca, disse a autoridade, provocando séria consternação e preocupação no que já havia sido um momento de altas tensões entre os EUA e Israel.

O presidente discutiu as mortes dos trabalhadores com um pequeno grupo de líderes comunitários muçulmanos na Casa Branca na terça-feira (2), de acordo com um dos participantes.

Algumas pessoas eram médicos que passaram algum tempo em Gaza e presenciaram a situação dos civis palestinos. Um deles saiu da reunião mais cedo em um sinal de protesto.

O presidente expressou que esta é uma situação muito difícil e que ele gostaria de ver um fim para esta guerra”, disse Salima Suswell, fundador do Black Muslim Leadership Council. “A conversa foi difícil em alguns momentos.”

Perguntado sobre Biden culpar Israel por não proteger civis e trabalhadores humanitários em sua declaração, um conselheiro sênior do presidente disse: “É o que ele queria dizer.”

Israel disse que vai investigar por que os veículos dos trabalhadores humanitários foram atingidos por ataques aéreos israelenses, e Biden pediu que a investigação seja “rápida” e “traga responsabilidade.”


Avatar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *