Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

O reservatório de água de uma fazenda localizada na zona rural de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, se rompeu e atingiu o rio Uberabinha. Ninguém ficou ferido. Apesar do problema, a prefeitura informou que não há risco de desabastecimento no município.

O rompimento não atingiu a ETA Sucupira. No entanto, a partir desse rompimento, depois de algum tempo, mais precisamente na tarde de quarta-feira (20), a água começou a chegar com barro na Estação de Tratamento de Água. Por isso, a Companhia de saneamento em Uberlândia passou a fazer o tratamento dessa água com mais turbidez. O abastecimento com a água da ETA Capim Branco, que tem captação no rio Araguari, está sendo reforçado.

De acordo com comandante tenente Diego, da Polícia Militar Ambiental da região, o tipo de barragem continha apenas água e sedimentos próprios do reservatório e servia para irrigar uma plantação de milho. Não havia pessoas nas proximidades e ninguém foi atingido. A vegetação local, porém, foi parcialmente danificada.

Os militares estiveram na área na manhã de segunda, logo após o incidente. “A PM avaliou os danos ambientais, em primeiro momento. E foi definido que a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) será a responsável pela investigação sobre as causas do rompimento”, disse Diego.

Água turva

Procurado, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Uberlândia informou que “assim como as demais estações, a ETA Sucupira permanece, mesmo diante de maior turbidez devido à lama, captando e produzindo água potável. Ressalta ainda que não foram encontrados contaminantes químicos e que técnicos da autarquia, em caráter de precaução, monitoram o leito do rio Uberabinha”.

A reportagem procurou a Semad para obter mais informações sobre a apuração do caso, e aguarda retorno.


Paola Tito

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.