Presidente do Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês), uma associação internacional de instituições financeiras, o economista Robin Brooks foi às redes sociais na semana passada para compartilhar sua análise de que o Brasil caminha para se tornar “a Suíça da América Latina”, ao destacar o superávit comercial da região ao longo das últimas décadas.

Está surgindo um enorme superávit comercial, diferente de qualquer outro país da região. Isso vai dar ao Brasil estabilidade externa e uma moeda forte”, publicou o economista no Twitter.

Ex-estrategista de câmbio do Goldman Sachs, Brooks anexou à análise um gráfico exibindo o superávit comercial em países da América Latina entre os anos 2000 a 2023, onde o Brasil se destaca dos seus vizinhos, como Argentina, Chile e México.

“O Brasil será a âncora da região”, finalizou Brooks.


Avatar