Grupo está reunido perto da passagem de Rafah, na fronteira com o Egito. As autoridades brasileiras esperam apenas pela liberação de Tel Aviv e Cairo para transportar os civis pela fronteira.

O embaixador do Brasil na Palestina, Alessandro Candeas, confirmou ao jornal O Globo que autoridades brasileiras na Faixa de Gaza conseguiram retirar um grupo de 85 brasileiros, palestinos com residência no Brasil e seus familiares das principais zonas de combate entre Israel e Hamas.

“Conseguimos concentrar 85 brasileiros e familiares próximos em Rafah, retirando-os dos teatros de operações mais intensos de Khan Younis, Deir al Balah e do campo de refugiados de Nuseirat, e colocando-os muito próximos do passo de fronteira”, disse Candeas citado pela mídia.

A nova tentativa de retirada de civis do enclave palestino ocorre em um momento delicado do conflito, após a breve trégua para troca de reféns entre Israel e Hamas e em meio à nova fase do conflito com a invasão do sul da Faixa de Gaza por Israel.

O cerco a Khan Younis, principal cidade região, foi descrito na terça-feira (5) por oficiais israelenses como a parte com combates mais intensos até o momento.

Pouco depois da guerra entre Israel e Hamas estourar, o governo brasileiro lançou a “Operação Voltando em Paz”, iniciativa para retirar nacionais das regiões afetadas: Gaza, Cisjordânia e Israel.

Ao todo, 1.477 pessoas foram transportadas pela Força Aérea Brasileira, a grande maioria brasileiros.


Avatar

administrator