Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

O Brasil registrou nesta segunda-feira (16) 89 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 665.056 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 115. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -2%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes da doença.

Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins não tiveram registro de mortes em 24 horas. No Acre também não houve qualquer registro de novo caso conhecido no período.

O país também registrou 14.873 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 30.698.711 casos conhecidos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 18.329, variação de +23% em relação a duas semanas atrás.

Em seu pior momento, a média móvel superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo g1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os números de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados. Já a variação percentual para calcular a tendência (alta, estabilidade ou queda) leva em conta os números não arredondados.


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.