Carlos Lupi, presidente do PDT, confirmou a candidatura de Ciro Gomes em conversa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o pedetista afirmou que a candidatura de Ciro não será retirada por sua legenda.

Em suas redes, ele rebateu rumores que dão conta de que a sigla poderia abandonar seu candidato para compor com Lula, que acredita ser possível vencer a corrida eleitoral no primeiro turno se conseguir a retirada do ex-governador do Ceará da dosputa.

“Apesar de insinuações, quero dizer claramente: @cirogomes é candidato irreversível e vamos até o fim!”, disse Carlos Lupi.

Em evento com lideranças do PDT do Rio nesta terça-feira (10), Lupi afirmou que “o destino da legenda é lutar”.

“(Vamos lutar para) Furar o bloqueio da polarização não é simples, mas seguimos firmes construindo a pré-candidatura do Ciro em todo o país”, complementou, também mencionando a representatividade e o engajamento dos postulantes ao parlamento e da militância”, disse, de acordo com nota divulgada pelo PDT.

Segundo ele, há conversas com o PSD e com o União Brasil, mas com aliança ou sem aliança o partido disputará as eleições com Ciro até o fim.

Lupi também reforçou que a cadnidatura de Rodrigo Neves ao governo do Rio está assegurada. “odrigo tem uma diferença para os demais candidatos: pode mostrar o que já fez como gestor de Niterói. Por isso, é aprovado por mais de 80% da população”, disse.

Segundo ele, há conversas com o PSD e com o União Brasil, mas com aliança ou sem aliança o partido disputará as eleições com Ciro até o fim.

Lupi também reforçou que a cadnidatura de Rodrigo Neves ao governo do Rio está assegurada. “odrigo tem uma diferença para os demais candidatos: pode mostrar o que já fez como gestor de Niterói. Por isso, é aprovado por mais de 80% da população”, disse.
|