Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

O apoio dos presidenciáveis leva a uma mudança no cenário das eleições do governo de Minas. Segundo o último levantamento da Paraná Pesquisas, o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), conta com 34,6% da preferência dos eleitores caso seja apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Diferentemente da pesquisa estimulada, com o apoio de Lula, ele levaria pequena vantagem sobre Romeu Zema (Novo), que obtém 33,1% dos votos com o apoio de Luiz Felipe D’Ávila, provável candidato do partido ao Planalto.

Apesar da vontade, ambos, Kalil e Lula, ainda não formalizaram aliança formal em Minas. Ainda houve o acerto em função do impasse acerca do candidato ao Senado que terá apoio do ex-prefeito de Belo Horizonte. Enquanto o senador Alexandre Silveira (PSD) manifestou vontade de concorrer à reeleição, o PT de Minas tem a preferência em lançar o deputado Reginaldo Lopes na disputa.

Na última segunda-feira (9/5), Lula esteve em Minas para dar sequência à campanha, mas Kalil optou por não subir ao palanque. Apesar disso, o candidato do PSD disse que Lula é a única opção em que votaria para a presidência da República.

A Paraná Pesquisas também mostrou que o senador Carlos Viana (PL) conquistaria 11,7% dos votos caso recebesse o apoio do presidente Jair Bolsonaro, de seu mesmo partido. Viana, que antes ficou por pouco tempo no MDB, se filiou à legenda justamente para ser o candidato de Bolsonaro no estado.

A pesquisa contou com a participação de 1.680 eleitores de 78 municípios de Minas e foi realizada entre 8 e 13 deste mês. O levantamento tem margem de erro de 2,4% e atingiu nível de confiança de 95%. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/22.


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.