A conta de luz vai ficar 14,91% mais cara para clientes residenciais da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). A Revisão Tarifária Periódica (RTP) foi anunciada nesta terça-feira (23) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e entra em vigor a partir do próximo domingo (28).

Para os consumidores de baixa tensão, como residências, comércios e propriedades rurais, o aumento médio será de 15,55%. Já para os de alta tensão, como indústrias, grandes empresas e shoppings, o efeito médio será de 8,94%. No geral, o reajuste médio será de 13,27%.

De acordo com a Aneel, dentre os fatores que mais impactaram o cálculo estão os custos com transporte e compra de energia. A revisão tarifária periódica é feita a cada cinco anos, com base nos investimentos feitos pela distribuidora, nos custos operacionais e no reajuste dos demais itens da tarifa. Já o reajuste tarifário anual é realizado sempre que não há RTP.

Atualmente, a Cemig atende 9,1 milhões de consumidores em 774 municípios mineiros.

Em nota, a companhia afirmou que, entre 2023 e 2027, pretende investir R$ 18,4 bilhões na área de distribuição. Entre os planos, estão a construção de cerca de 3,5 mil quilômetros de linhas de distribuição e de 136 subestações de energia.


Avatar