A União Europeia (UE) e os EUA concordaram em aprofundar a cooperação no combate à desinformação, à manipulação de informações e à interferência em assuntos de países terceiros, querendo concentrar esforços principalmente na África e na América Latina.

Isso vem da declaração conjunta divulgada após a reunião regular do Conselho de Comércio e Tecnologia UE-EUA na Suécia.

“A União Europeia e os Estados Unidos estão profundamente preocupados com a manipulação de informações e interferência estrangeiras [MIIE] e a desinformação”, diz a declaração.

O documento acusa a Rússia e a China de “uso estratégico e coordenado de tais atividades ” e “narrativas de desinformação” sobre o conflito na Ucrânia.

A amplificação pela República Popular da China das narrativas de desinformação russas sobre a guerra [na Ucrânia] são exemplos claros dos perigos da MIIE, e os efeitos podem ser vistos em muitos países do mundo, principalmente na África e na América Latina”, acrescenta.

O conselho também solicitou que as plataformas on-line que operam na África, na América Latina e nos países vizinhos da UE garantam uma “resposta eficaz à desinformação e à manipulação de informações e interferência estrangeiras”.

A declaração afirma também que a UE e os EUA continuarão a coordenar esforços na estrutura do conselho para implementar restrições de exportação impostas anteriormente como parte das sanções ocidentais contra a Rússia e fortalecerão a cooperação com países terceiros para combater a evasão a essas restrições.

A UE e os Estados Unidos estabeleceram o Conselho de Comércio e Tecnologia em 2021, servindo como um fórum para a coordenação da cooperação e das políticas das partes em questões-chave no desenvolvimento do comércio e da tecnologia.

O conselho tem dez grupos de trabalho sobre padrões de tecnologia, inteligência artificial, semicondutores, controles de exportação e questões de comércio global.

A próxima reunião do conselho será organizada pelos EUA e está programada para o final de 2023.


Avatar