Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Minas Gerais tem, nesta segunda-feira (23), pelo menos 11 pontos de interdição em rodovias federais que cortam o Estado. O balanço atualizado é da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Na BR-116, que liga o Ceará ao Rio Grande do Sul, há 3 trechos com interdição parcial: na altura do quilômetro 164, em Padre Paraíso, no Vale do Jequitinhonha/Mucuri; no km 673, em Miradouro, na Zona da Mata; e no km 758, na altura de Leopoldina, também na Zona da Mata mineira.

A BR-262, que liga BH ao Espírito Santo, também há 3 pontos: no km 96, em Abre Campo, na Zona da Mata, a pista está totalmente interditada; o mesmo ocorre na altura do km 149, em Rio Casca; já em Florestal, na região Central do Estado, na altura do km 387, a interdição é parcial.

A BR-381, que liga o Espírito Santo a São Paulo, é a estrada mais afetada: são 5 pontos de interdição total. Os problemas estão na altura do km 299, em Antônio Dias; km 321, em Nova Era; km 342, em Bela Vista de Minas; km 404, em Bom Jesus do Amparo; e 451, em Sabará. As interdições em Nova Era e Bela Vista de Minas estão sinalizadas, com indicação de um desvio para os motoristas. Os demais trechos permitem a passagem em apenas uma pista.

Problemas antigos

Os problemas que levaram à interdição das vias são, principalmente, os buracos e quedas de barreiras que ocorreram ainda no começo do ano, durante o período chuvoso. No início de 2022, Minas chegou a ter 110 pontos de interdição nas estradas federais e estaduais que cortam o Estado.

Apesar do balanço divulgado neste domingo pela PRF considerar apenas as rodovias que são de responsabilidade do governo federal, o próprio governador do Estado, Romeu Zema (Novo), admitiu neste domingo que a malha viária mineira está em péssimas condições.

 


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.