A evolução do conflito israelo-palestino para um conflito regional mais amplo poderia levar a um brusco aumento dos preços do petróleo, o que afetaria a inflação geral no mundo, disse a vice-diretora-executiva do FMI Gita Gopinath.

“Se houver uma expansão para um conflito regional mais amplo, poderemos ver um forte aumento nos preços do petróleo, o que afetará a inflação geral em um ambiente em que os aumentos de preços permanecem elevados”, informou Gopinath em uma conferência de pesquisa no Fundo Monetário Internacional (FMI).

A vice-diretora do órgão acrescentou que isso mudaria as expectativas de curto prazo da dinâmica da inflação.

Anteriormente, o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, pediu aos Estados muçulmanos que cessem as exportações de petróleo e alimentos para Israel, exigindo o fim do bombardeio da Faixa de Gaza.

No dia 7 de outubro, o grupo palestino Hamas lançou um ataque surpresa com foguetes em grande escala contra Israel a partir da Faixa de Gaza e rompeu a fronteira, matando e raptando pessoas nas comunidades israelenses vizinhas. Israel lançou ataques retaliatórios e ordenou o bloqueio total da Faixa de Gaza, onde vivem mais de dois milhões de pessoas, cortando o fornecimento de água, alimentos e combustível.


Avatar