O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, comentou hoje a ata do Copom (Comitê de Política Monetária) divulgada hoje pelo Banco Central.

Ao ser questionado sobre a parte do documento em que cita “paciência e serenidade”, Haddad afirmou que a autoridade monetária “também tem que nos ajudar”.

A economia é um organismo que tem dois braços, um ajudando o outro. Eu sempre insisto nessa tese que dá impressão de que um é espectador do outro, e não é assim que a política econômica tem que funcionar.

São dois lados ativos concorrendo para o mesmo propósito, mesmo objetivo, que é garantir crescimento com baixa inflação. E isso só é possível pela harmonização da política fiscal com a monetária”, disse o ministro.

Em linhas gerais, Haddad destacou que a ata está em linha com o comunicado do Copom da semana passada. Na ocasião, o BC manteve a taxa Selic em 13,75% ao ano, como o esperado pelo mercado, indicando alta do juro básico se houver necessidade

A ata, com mais tempo de preparação, veio com termos mais condizentes com as perspectivas futuras de harmonização da política fiscal com a política monetária, que é o nosso desejo desde sempre”, disse.


Avatar

administrator