O presidente Lula afirmou que a Amazônia pode atingir um “ponto de não retorno” se países ricos não agirem em prol da natureza.

O presidente citou uma “seca inédita” na Amazônia e disse que a “emergência climática é uma realidade”. A fala foi dada durante coletiva da COP28, em Doha.

Ele também considerou inaceitável que o fundo de US$ 100 bilhões contra o aquecimento global, determinado na COP21, não seja cumprido enquanto trilhões são gastos com guerra no mundo.

Lula também disse que muitos países do sul global lidam com o combate à pobreza ao mesmo tempo que precisam lidar com o combate às mudanças climáticas.

“Mesmo que não derrubemos mais nenhuma árvore, a Amazônia poderá atingir seu ponto de não retorno se outros países não fizerem sua parte”, disse o presidente Lula, em discurso na COP28.


Avatar