Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Forte opositor ao governo Bolsonaro, Randolfe já declarou ser necessário que eleições terminem no primeiro turno com a derrota do presidente e aliados, os quais “representam riscos para o país”.

Em uma reunião na sexta-feira (21), o ex-presidente Lula convidou o senador, Randolfe Rodrigues (Rede), para fazer parte de sua equipe da campanha nas eleições presidenciais de 2022.

Rodrigues teve destaque político no ano passado ao ser o vice-presidente da CPI da Covid, além de se posicionar veementemente contra a gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O convite acontece para que o senador tenha a função de ajudar na composição do programa de governo e na articulação política, entre outras atribuições, segundo a Folha de São Paulo.

Com o chamado, o senador deve desistir da disputa pelo governo do Amapá, e começa a trabalhar em um substituto, presumivelmente, Lucas Abrahão (Rede), de acordo com a mídia. Abrahão é auxiliar de Rodrigues.

Na semana passada, o senador concedeu algumas declarações à Folha, e disse ser necessário que Bolsonaro seja “derrubado” no primeiro turno, devido aos ricos que o presidente e seus aliados representam ao país.

A partir do momento que Lula lidera as pesquisas de intenção de voto e mostra mais chances de derrotar o presidente, Randolfe tem sustentado que seu partido apoie o petista.

Fonte: Sputnik News Brasil


Avatar

editor