As chuvas em reservatórios de hidrelétricas dos submercados Sul e Sudeste/Centro-Oeste deverão ser menos intensas em outubro do que o anteriormente previsto, mas ainda acima da média de longo prazo, segundo projeções do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) divulgadas nesta sexta-feira (21).

O órgão passou a esperar para este mês chuvas equivalentes a 111% da média histórica no Sudeste/Centro-Oeste, ante 116% previstos na semana anterior.

Já no Sul, a projeção de chuvas caiu para 158% da média, ante 185% estimados na semana passada.
O órgão também reduziu sua projeção de chuvas para o Nordeste (60%, ante 66%), ao passo que elevou a previsão para Norte (85%, ante 82%).

Com relação aos reservatórios das usinas, a expectativa é de que o Sudeste/Centro-Oeste, principal submercado do país, termine o mês de outubro com 50,4% de capacidade, ante 50,9% esperados há uma semana.

Para a carga de energia elétrica, o ONS manteve a previsão de um aumento de 0,5% em outubro ante igual mês de 2021.


Avatar