O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, confirmou que o partido tem dialogado com o PT, mas negou qualquer chance de o partido desistir de lançar Ciro Gomes à Presidência nas eleições deste ano. Ao jornal “O Globo”, Lupi disse que conversou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por telefone, e que o petista respeita a candidatura de Ciro.

“Conversamos por telefone algumas vezes, tenho um carinho por Lula. Não rechaço um encontro. Mas Lula é elegante, ele respeita a candidatura de Ciro”, afirmou. De acordo com “O Globo”, Lupi estaria resistindo a um encontro presencial com o ex-presidente para não ser “seduzido”. O pedetista foi ministro do Trabalho e Emprego de 2007 a 2011, nos governos de Lula e da presidente Dilma Rousseff.

O PT formou neste ano a maior aliança em uma campanha desde 1994. Participarão da frente “Vamos Juntos pelo Brasil” o PCdoB e PV, que formam federação com o PT, PSB, por meio do vice Geraldo Alckmin (PSB); PSOL, Rede e Solidariedade. Ainda há a possibilidade de outras legendas se juntarem ao grupo.

A pré-candidatura de Lula ao Planalto foi oficializada no último sábado (7) com um evento em São Paulo. Ele aparece na liderança das pesquisas de intenção de voto até o momento.