O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) disse, em entrevista ao UOL News, que pediu a convocação de Jair Bolsonaro para depor na CPI do 8 de janeiro, na condição de “principal suspeito” de ser o autor intelectual dos atos golpistas.

Já existe, no Supremo Tribunal Federal, e foi solicitado pela PGR que o nome de Bolsonaro fosse incluído no inquérito das autorias intelectuais. Bolsonaro é o principal suspeito, neste caso.

“É fundamental essa análise da participação do ex-presidente como autor intelectual ou mandante do processo golpista no Brasil. Rogério Correia”, disse o deputado federal (PT-MG).

Membro da CPI do 8 de janeiro, Correia explicou o motivo de, em um primeiro momento, Bolsonaro ser convidado a prestar esclarecimentos à comissão, em vez de ser convocado a depor.

Há uma dúvida se ex-presidente pode ser convocado ou não. Optamos pelo convite para não gerar dúvidas e dar opção aos bolsonaristas de tentar rejeitar o requerimento por alguma questão jurídica.

O convite, sendo aprovado, tem certa força de convocação. Se ele se negar, faremos a convocação, tendo viabilidade jurídica“, declarou Rogério Correia, deputado federal (PT-MG).


Avatar