O Governo de Minas Gerais vai nomear 2 mil professores aprovados em concurso público para atuar na rede estadual de ensino. Serão 1.030 nomeados nesta quinta-feira (9/6), e mais 1 mil em julho. São professores aprovados no edital de 2017, que foi prorrogado por dois anos em decorrência da pandemia.

As vagas contemplam 92 municípios de Minas Gerais. Serão nomeados professores e especialistas da educação básica.
O governador, Romeu Zema, afirmou que “esta é uma antiga e justa reivindicação dos professores, que foram aprovados em concurso público ainda em 2017”.

Nesta terça (7/6), pela manhã, trabalhadores da rede estadual de educação paralisaram as aulas e se manifestaram na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, reivindicando a nomeação dos aprovados em concurso e reajuste salarial.

Essa é a nona nomeação do mesmo edital, que foi prorrogado por dois anos, em 2020, em decorrência da pandemia da covid-19. São 17.606 professores e especialistas aprovados, dos quais 8 mil já foram chamados, além dos que serão nomeados neste lote.