O turismo de negócios no Rio de Janeiro cresceu 490% neste ano, em comparação com 2021, segundo os dados do Rio Convention Bureau (Rio CVB). A recuperação do setor no estado fluminense é influenciada pela recuperação econômica após a pandemia de Covid-19.

Entre janeiro e outubro de 2022, o Rio de Janeiro registrou 112 eventos voltados ao turismo de negócios, entre congressos, simpósios e conferências. Do total, 40% relacionados à área de saúde, aponta o levantamento.

De acordo com a Rio CVB, o segmento gerou mais de US$ 217 milhões (aproximadamente R$ 1 bilhão) para os cofres do estado em 2022.

Apenas o Congresso Mundial de Cardiologia, que começou nesta quinta-feira (13), na Zona Oeste da capital fluminense, deve gerar US$ 11 milhões (R$ 60 milhões) em receita. O principal evento da especialidade médica volta a acontecer no Rio de Janeiro após 24 anos.

“A escolha do Rio como sede para esses eventos nos enche de orgulho, pois chancela a cidade como um importante polo de discussão científica”, comemorou Roberta Werner, disse a diretora-executiva do Rio CVB.

Os resultados do segmento ainda não foram suficientes para a recuperação total do setor, após a pandemia de Covid-19, mas, segundo a Rio Convention Bureau, há boas perspectivas de retorno ao patamar pré-crise sanitária. Em 2019, o Rio de Janeiro recebeu 278 eventos.

“Embora ainda não tenhamos alcançado o número pré-pandemia, estamos entusiasmados com a perspectiva de logo voltarmos a esse patamar. O setor está se recuperando e toda sua estrutura já se adaptou para receber os turistas após esses dois anos afetados pela pandemia”, disse Roberta Werner.


Avatar