Durante interação com apoiadores no cercadinho do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro (PL) aproveitou o público majoritariamente composto por garotas estudantes de Uberaba (MG) e ironizou o alto índice de rejeição que possui entre o eleitorado feminino, segundo pesquisas de intenção de voto.

“O Lula é mais bonito que eu, pô”, disse, nesta sexta-feira (3), a uma apoiadora que questiona a pesquisa Datafolha, e na sequência recebe uma salva de aplausos dos presentes. A gravação da conversa foi divulgada por um canal aliado ao governo no YouTube.

Na mais recente pesquisa Datafolha, divulgada em 30 de maio, o pré-candidato e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera entre mulheres ricas e pobres com 49% das intenções de voto no primeiro turno. Bolsonaro vem depois, com 23%. No eleitorado geral, Lula tem vantagem com 48% das intenções de voto, ante 27% de Bolsonaro no primeiro turno.

A alta rejeição do chefe do Executivo federal entre as mulheres preocupa o PL, que tem buscado meios de diminuir o índice na propaganda eleitoral, recorrendo até mesmo à primeira-dama Michelle Bolsonaro, e incentivando o presidente a se reunir com aliadas.

Além disso, as mulheres são a maioria absoluta do eleitorado do país. Após ter concluído o cadastro dos títulos de eleitor de 2022, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) constatou que o eleitorado feminino aumentou de 51%, em 2018, para 53% do total de votantes deste ano.

Ainda no cercadinho, para outro apoiador que duvidou da participação do petista em passeatas, após comentar sobre uma motociata organizada para Bolsonaro em Luis Eduardo Magalhães (BA), o presidente respondeu: “Quero ver o Lula ir no botequim tomar uma branquinha. Não vai. Por que o Datafolha bota ele com 49%?”.