Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

O Brasil registrou neste domingo (3) 79 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 672.017 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 223. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +58%, indicando tendência de alta pelo décimo dia seguido.

Já a média móvel de casos voltou a ficar acima da marca de 60 mil por dia depois de 4 meses com valores inferiores (veja detalhes mais abaixo).

Brasil, 3 de julho

Total de mortes: 672.017
Registro de mortes em 24 horas: 79
Média de mortes nos últimos 7 dias: 223 (variação em 14 dias: +58%)
Total de casos conhecidos confirmados: 32.502.469
Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 25.549
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 60.785 (variação em 14 dias: +63%)

Acre, Amazonas, Amapá , Goiás, Mato Grosso do Sul e Sergipe não registraram mortes no último dia. Já Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Roraima e Tocantins não divulgaram atualização de casos e mortes até o fechamento deste boletim.

No total, o país registrou 25.549 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 32.502.469 casos conhecidos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 60.785, variação de +63% em relação a duas semanas atrás. Essa média volta a superar a marca de 60 mil casos diários pela primeira vez desde 1º de março, há pouco mais de 4 meses.

Em seu pior momento, a média móvel superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano.

Curva de mortes nos estados

Em alta (15 estados): RN, AL, RO, CE, PR, GO, ES, SC, SE, PB, PI, RJ, SP, MT, PE
Em estabilidade (4 estados): BA, AM, AC, RS
Em queda (3 estados): PA, MS, AP
Não divulgaram novos dados (4 estados e o DF): DF, MA, MG, RR, TO

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Fonte: G1


Avatar

editor